Geral

Serviços não essenciais proibidos de funcionar a partir desta sexta-feira, 26; saiba o que é considerado essencial

A partir de amanhã, sexta-feira (26), as atividades consideradas não essenciais fecharão as suas portas até domingo, 28. A determinação do governo do Estado vale para todo o Maranhão.
Apenas serviços essenciais poderão funcionar, a exemplo de feiras, mercados, farmácias, postos de combustíveis, etc.. Uma medida emergencial para reduzir o contágio pelo novo coronavírus.

Por ordem do governador Flávio Dino, o feriado de 28 de Julho – Adesão do Maranhão à Independência – foi antecipado. Já sábado e domingo foram decretados dias de atividades suspensas mesmo. Os serviços de entrega, por delivery, podem funcionar normalmente.

Mesmo para os serviços considerados essenciais, os horários ficaram mais restritos para funcionamento.
Os mercados só vão poder abrir das 9h00, às 21h e os deliveries, até às 23h. Isso na grande Ilha, São Luís.
Para as demais cidade, o governo não impôs limites de horários.

Veja abaixo os serviços essenciais que podem funcionar em todo o Maranhão nestes três dias de atividades suspensas:

  • feiras, mercados e supermercados;
  • drive thru e delivery;
  • hospitais, laboratórios, farmácias e clínicas veterinárias;
  • segurança pública e privada;
  • coleta de lixo;
  • postos de combustíveis;
  • serviços funerários;
  • pontos de parada de caminhoneiros nas rodovias;
  • serviços de telecomunicações, serviços postais e internet;
  • borracharias e oficinas;
  • segurança privada, bem como serviços de manutenção, conservação, cuidado e limpeza em ambientes públicos e privados;
  • serviços de comunicação social;
  • atividades internas de escritórios, a exemplo dos escritórios de contabilidade e advocacia. Vedados qualquer tipo de atendimento presencial, à exceção de atendimentos de urgência junto a instituições do Sistema de Segurança Pública;
  • fica permitido o funcionamento do aeroporto de São Luís, das ferrovias para transporte de cargas e dos portos, bem como das empresas que a eles prestem serviços.

Coronavírus no Maranhão – limite crítico

Nesta quarta-feira (24), o Maranhão voltou a registrar 39 mortes pela Covid-19, que é o maior número de óbitos diários já registrado em toda a pandemia. Outros 1186 novos casos, também, foram registrados. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Dos casos registrados, 178 foram na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), 97 em Imperatriz e 911 nos demais municípios do estado. Ao todo, o estado tem agora 236.832 casos e 5.798 óbitos pela doença.

Deixe uma resposta