Geral

Prorrogadas até o dia 28 de março as medidas de restrição no Maranhão; bares e restaurantes continuam fechados

Como de costume, durante a pandemia, o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB), segue, às sextas feiras, realizando coletiva de imprensa para balanço do COVID19 no Estado. Na manhã de hoje, 19, Dino anunciou novas medidas de restrição, a incluir, principalmente, a prorrogação, até o próximo dia 28, fechamento de bares e restaurantes em São Luís e Região Metropolitana.

As aulas presenciais vão continuar suspensas, em escolas e universidade, além da proibição total de festas ou eventos de qualquer natureza.

Antecipação de feriado no Maranhão

O governador antecipou, também, o feriado de Adesão do Maranhão, para o dia 26 deste mês, em todo o Estado.

Aumentando o grau das restrições, o decreto inclui, agora, a suspensão das atividades não essenciais nos dias 27 e 28 de março e a suspensão das cirurgias eletivas, por uma semana, na rede privada, a partir de segunda-feira (22).

O horário e limite de ocupação de alguns serviços também vão sofrer alteração até o dia 28 na Grande São Luís:
– Construção civil: funcionamento das 7h às 16h
– Academias: podem funcionar respeitando o limite de 50% da ocupação
– Supermercados: podem funcionar, respeitando o limite de 50% de ocupação (1 por família)

Vacina contra a Covid-19

Flávio Dino disse que o Maranhão assinou o contrato para a compra de 4,582 milhões de doses da vacina russa Sputnik, produzida pelo instituto russo Gamaleya, em parceria com a farmacêutica brasileira União Química. O contrato prevê o valor total de R$ 254 milhões ao Estado.

Segundo ele, a eficácia da Sputnik, conforme expôs em painel, é de 91,96% e está em uso em mais de 40 países.

Deixe uma resposta