Denúncia

Supermercado Mateus segue colocando a vida de clientes e funcionários em risco, tudo em nome de dinheiro

Três meses após o grande e gravíssimo acidente que aconteceu no Supermercado Mateus, localizado na Curva do 90, que vitimou uma jovem e fez dezenas de feridos, na queda de 5 prateleiras, ao que parece, o grupo que administra o maior supermercado da região não se deu por satisfeito na dimensão do trauma que causou em muitas famílias e o transtorno psicológico que imprime, diariamente, em centenas de funcionários.

Sendo assim, em nome de “produção” e de fazer cada vez mais dinheiro, a norma da empresa não foi alterada no que diz respeito a, em horário comercial de expediente, clientes serem obrigados a dividir o espaço de fazer suas compras com máquinas gigantescas e pesadas que ficam suprindo produtos nas gôndolas.

Hoje, quinta-feira, 07, ao precisar ir a um dos supermercado Mateus tive que, com muito medo, dividir o mesmo espaço com essas máquinas enormes que ficam nos corredores, entre uma prateleira e outra.

O medo dos clientes era real e, infelizmente, é muito notório que o que menos interessa para a empresa milionária é a vida de quem dá a vida, todos os dias, se colocando em perigo nesse trabalho, ou seja, os funcionários.

De novo, uma manobra errada em alguma dessas empilhadeiras, seria o fim. Mais uma tragédia que pode ser evitada antes que ela vitime mais vidas.

Deixe uma resposta