Geral

Para mudar as estatísticas que apontam homens como maioria na comunicação, eu VOLTEI!

O fenômeno da blogosfera surgiu em 1997, abrindo caminho às novas possibilidades de intervenção no espaço público.

Para lembrar o ditado popular, “o bom filho a casa torna” (…)
Sim, gente, ditado popular, mesmo que muitos associem à parábola do filho pródigo (risos).

Mas, brincadeiras à parte, jamais seria a minha volta se não tivesse um “rodeio”, ou, um começo engraçado. É a minha marca; a minha diferença.

Pois bem, após 1 ano que fiquei afastada da blogosfera, voltei. I’m back!
Confesso que em 1 ano aconteceram taaaaaantas coisas que cheguei a acreditar que já eram três anos sem noticiar por meio desse veículo de comunicação em que eu me descobri como blogueira, além de jornalista, lá em 2015.

A fim de mudar estatísticas que apontam homens como maioria na comunicação e sujeitos das notícias, em 85%, eu VOLTEI!
Foi o que apontou uma pesquisa de 2010 do Conselho Superior de Esportes da Espanha.

Eu, como mulher, formadora de opinião, sugiro que todas as outras, assim como eu, possa fazer evolução na forma de comunicar, de noticiar, de levar o mais longe que puder uma informação de forma clara, limpa, sem ruídos.

Em um ano afastada daqui, muita água passou debaixo da ponte e foi super importante e necessário para que algumas atitudes minhas, na minha própria profissão, fossem repensadas e melhoradas.

Mas a proposta aqui continua a mesma “ao criar essa página, quero poder contribuir e levantar questionamentos subjetivos dos mais simples aos que ganham grandes espaços de notoriedade, além de dar espaço à boas histórias, com personagens e lugares que serão (re) descobertos por meio de relatos em viagens, festividades culturais e visitas etnográficas, mas que nem sempre têm a oportunidade do destaque merecido”.

A palavra, como instrumento de poder e de troca foi negada durante séculos a nós mulheres e muitas outras ainda continuam a não ter acesso ao discurso de quem, assim como eu, tem a oportunidade de emitir, falar e escrever.

Que tal seguirmos dando continuidade a essa mudança?
Sigamos no nosso exercício da cidadania.

Mulheres na Blogosfera: contribuindo para o protagonismo da presença feminina na “rede”

Enjoy!

0 comentário sobre “Para mudar as estatísticas que apontam homens como maioria na comunicação, eu VOLTEI!

Deixe uma resposta