Geral

Bares e restaurantes já podem voltar a abrir; sem música e com público reduzido

Como de praxe, nesse momento pandêmico, em coletiva realizada na última sexta-feira, 26, o governador Flávio Dino (PCoB), flexibilizou o retorno de algumas atividades que estavam suspensas no Maranhão. Entre elas, a reabertura de bares e restaurantes, que há 2 semanas seguiam fechados para o público. Tudo no intuito de combater e evitar a proliferação do COVID19.

De acordo com a determinação de Dino, os bares e restaurantes puderam reabrir, nesta segunda-feira, 29, apenas com 50% de sua capacidade e sem música nem mesmo o som mecânico.

Escolas e comércio

As escolas da rede municipal de ensino e da rede particular estão autorizadas a realizar suas atividades na modalidade híbrida, que consiste em adoção de aulas presenciais e remotas. Já as escolas da rede estadual, permanecem apenas com atividades remotas. Faculdades estão inclusas nessa parte do decreto.

Quanto ao comércio da Grande São Luís, as atividades, também, retornaram hoje, depois de passarem 3 dias de portas fechadas. Mas, o funcionamento continua respeitando o decreto de outrora, das 9h às 21h. A medida é para tentar reduzir as aglomerações no transporte público.

Não sei com qual lógica, pois se todo o comércio continua abrindo no mesmo horário, mesmo este tendo sido alterado, os usuários do transporte coletivo vão, com certeza, no mesmo horário para as paradas de ônibus.
Então, no que isso evita a aglomeração, mudando o horário da abertura do comércio para às 9h?

Shows e eventos continuam proibidos no Estado. Já o serviço público estadual, não essencial, também permanece suspenso por mais uma semana.

Deixe uma resposta