Suposto áudio do deputado Levi Pontes pode complicar gestão de Magno Bacelar em Chapadinha

Caso se confirme um áudio que já viralizou nas redes sociais, onde atribuem a voz ao deputado estadual Levi Pontes, em um “esquemão” frio de desvio na distribuição de peixes da cidade de Chapadinha – no período da Semana Santa -, a gestão do prefeito Magno Bacelar pode se complicar e ter conseqüências drásticas.

Em Chapadinha não se fala em outra coisa, a não ser do áudio que tomou conta da cidade e de boa parte do Maranhão, onde, se confirmada a autoria do deputado da base aliada do prefeito “Nota 10”, fica claramente demonstrado que a prefeitura de Chapadinha vai ser sugada os 4 anos com débitos de campanha e de promessas feitas no período eleitoral, comprometendo os serviços públicos que devem, obrigatoriamente, ser ofertados à população. E, como sempre,  quem é mesmo que paga a conta dessa fatura?

A mensagem de voz, gravada no aplicativo Whats App, trata-se de uma convera sobre a  distribuição de peixes na Semana Santa e deixa a entender que essa ação está sob o comando do prefeito Magno Bacelar e devem ser tiradas algumas quantidades para outras cidades vizinhas, como Santa Quitéria e São Benedito. Ou seja, Chapadinha sustentando a si mesma e mais dois município.  Isso até onde a gente sabe.

Uma pergunta que não quer calar.
“Não foi o prefeito “mudelo – Nota 10″, que antes mesmo de assumir o comando do município,  fez questão de gritar aos 4 cantos da cidade que iria diminuir o seu salário e de todo o seu corpo de secretariado”? (Diz que tudo em função da reconstrução do município)

– Ow vantagem, sr Prefeito! Do que adianta tirar com uma mão, colocar com outras duas e ainda passar adiante?

Do áudio pode-se ter a seguinte certeza: – Segundo o “homem misterioso” da voz, este deixa bem claro o compromisso que o prefeito Magno Bacelar fez em “elegê-lo” nem que para isso seja desvirtuado comida da boca dos próprios moradores de Chapadinha.

Abaixo a íntegra da transcrição do áudio polêmico:

“Parceiro, eu vou tá aí terça-feira a noite pra história do peixe. Vou chegar o mais rápido que eu puder, lhe ligo quando tiver saindo de São Luís. Agora, conversei muito com doutor Magno, como sempre ele vai distribuir cotas de peixes para a zona rural e cidade pra todos as lideranças políticas, inclusive já me comunicou a minha cota que não sei qual é.

A Uesla (?) está por dentro de isso tudo, é, por favor veja a sua e dos vereadores todos nossos estão satisfeitos. E eu falei com sua excelência, senhor prefeito, da necessidade de uma cota pra mim, é, bem antes da hora que o peixe chegar em Chapadinha para os nossos municípios, tipo Santa Quitéria e São Benedito, aí tu ver… São Benedito porque me pediu e eu fiquei de mandar deixar no meu carro. Só que é difícil falar com ele, tem que ir atrás dele que ele tá aí, se encosta nele pra ver se mudou alguma coisa e levar essa minha demanda e o que ele vai me dar para os outros municípios, porque ele disse que me ajudaria, pois ele tem compromisso de me eleger, não é só votar em Chapadinha.

Veja aí o pouco ou muito com Deus é muito, com Deus é muito bem. E vamos se comunicar esse dois dias. Bom domingo de Páscoa pra você e sua família. Que Deus abençoe”! (sic)

One thought on “Suposto áudio do deputado Levi Pontes pode complicar gestão de Magno Bacelar em Chapadinha

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?