Bacabal: Presidente da Câmara pode assumir o comando da prefeitura

Teoricamente, pela Mesa Diretora da Câmara, Zé Vieira e Florêncio Neto não podem ser considerados gestores da cidade de Bacabal

A novela política no município de Bacabal parece ganhar mais um capítulo. Se já não bastasse a surpresa para os moradores quando foram surpreendidos pela Liminar do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dando autorização ao prefeito eleito/indeferido (?) Zé Vieira (PP) assumir o comando da cidade, agora no lugar de Zé, quem pode, interinamente, assumir a administração de Bacabal é o presidente da Câmara, vereador Edvan Brandão (PSC), isso porque no dia 1° de Janeiro – dia da posse – Zé Vieira e o vice-prefeito Florêncio Neto (PHS) foram empossados por uma minoria de vereadores que realizara uma sessão no plenário da Câmara Municipal, no mesmo momento em que outra turma de vereadores estava reunida votando quem seria o novo presidente da Casa.

Como Zé Vieira e Florêncio Netos não foram, oficialmente, empossados pela Mesa Diretora eleita da Câmara, esta tinha dado prazo até ontem (10/01) para que os gestores fossem até aquela Casa Legislativa tomar, de fato, posse em seus cargos, o que não aconteceu.

Em tempo

No dia 1° de Janeiro Zé Vieira e Florêncio Neto foram empossados pelo vereador César Brito, não sendo esta considerada legítima pela Mesa Diretora. Ou seja, sem reconhecimento de posse de prefeito e vice, teoricamente, a cidade está sem gestor, o que garante que o presidente da Câmara Municipal de Bacabal tome posse do comando do município até essa impasse de orgulho ser resolvido.

Aguardemos as cenas dos próximos capítulos!

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?