Yglésio Moysés, para que tá feio!

O meu colega querido e blogueiro Robert Lobato fez uma matéria hoje que os meus dedinhos já “coçavam” para escrever há um tempo. (risos)

Robert escreveu sobre o comportamento de um médico, aqui mesmo da capital maranhense, que já está se tornando uma espécie de #vergonhaalheia, pois tamanho está o seu destempero frente ao apoio que está dando ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior, neste 2° turno.

Já está ficando vergonhoso e desproporcional o comportamento doentio do médico e ex-diretor exonerado do Socorrão I, Yglésio Moysés, à campanha do prefeito e candidato à reeleição Edivaldo Júnior (PDT). Yglésio que foi diretor e exonerado na própria gestão Edivaldo, a priori, teve o seu momento de zanga com o prefeito por ter sido escorraçado do posto superior no Hospital, mas, de uma hora para a outra, voltou a morrer de amores por quem ele tanto falou mal – propositalmente para alguns blogueiros denunciar -, mesmo quando estava sob cargo de confiança.

Yglésio Moysés tem sido mais empenhado em defender Edivaldo, do que a própria esposa do gestor. Haja vista tanto empenho em suas defesas, brigas em comentários e vídeos explicativos de cada palavra dita que seja contrária ao pedetista. Confesso que beira o ridículo e é digno de muitas gargalhadas. Uma ótima terapia,eu diria!

Doutor, menos .. bem menos .. Tá ficando feio e hipócrita!

Do Blog Robert Lobato

Diz a lenda popular que de médico e louco todos temos um pouco.

De médico certamente não tenho nada, devo, porém, ter um pouco de louco.

Já o doutor Yglésio Moysés deve ter muito dois: muito de médico e muito de louco – também com um nome desse…

Mas, falando sério agora, o Dr. Yglésio tem todo o direito do mundo de mudar de opinião e de posição política em relação à gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. Tem, inclusive, o direito de fazer o papel hilário de líder do governo municipal nas redes sociais, mesmo sem a mínima necessidade disso. Só não pode é querer brincar com a inteligência das pessoas.

Não refiro-me nem à patacoada do vídeo que o ex-diretor do Socorrão I gravou no Hospital da Criança para justificar o injustificável. E muito menos das críticas que um dia foi feita à “incompetente gestão desse prefeito”.

O que me deixou deveras  encabulado foi isso aqui abaixo:

É que assim que deixou o cargo de diretor-geral do Socorrão I, Dr. Yglésio Moysés passou a criar uma admiração imediata e intensa pelo trabalho e competência do então secretário de Saúde, Ricardo Murad.

Tanto que em várias oportunidades o jovem médico insistiu para que este blogueiro e um outro jornalista amigo nosso, meu e dele, o apresentássemos ao secretário, inclusive se dispondo a ajudá-lo na gestão da Secretaria de Saúde.

Daí que me causou estranheza o tom debochado do Dr. Yglésio em relação a Ricardo Murad postado na sua rede social do Facebook.

Por isso limito-me apenas a alertar: menos, Dr. Yglésio, bem menos.

Coisa feia…

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?