Flávio Dino diminuiu Eliziane Gama à 6%

A deputada federal e candidata a prefeita de São Luís, no 1° turno, da disputa eleitoral Eliziane Gama (PPS), saiu da corrida, além de derrotada, menor do que entrou.

Acredito que no ‘calor do momento’, vale até a pena repetir uma matéria que postei aqui, no dia 9 de Setembro, quando escrevi sobre ‘O mal que Flávio Dino vem causando à Eliziane Gama’.

????????????????????????????????????
O governador Flávio Dino tem sido um tipo de ‘pedra de tropeço’ na vida da irmã. Os evangélicos entenderão!

Conselho bom, é conselho dado duas vezes

Não é de hoje que se comenta nos bastidores políticos do mal que o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB) vem causando – politicamente falando – à Eliziane Gama (PPS) e eu me pergunto “será que só ela não percebe”? Flávio Dino tem sido o que podemos chamar de atrapalho ambulante aos planos de voos mais altos da confusa e vulnerável popular socialista.

Vamos aos fatos:

Eliane Gama tenta subir degraus mais elevados em sua jornada política desde 2012, quando decidiu se candidatar à prefeita de São Luís. À época, a candidata que começou “do nada” até que se saiu muito bem na disputa acirrada entre o prefeito João Castelo (PSDB) que tentava a reeleição e estava com a máquina municipal nas mãos, contra Edivaldo Júnior (PDT) – candidato idealizado e apoiado por Flávio Dino como “a mudança”, Washington Luiz – candidato apoiado por Roseana Sarney (governadora da época). Contra esse 3 nomes fortes, vinha Eliziane Gama, sozinha e galgando. E não é que galgou bem? A candidata, ao final da eleição, desbancou o candidato do governo e ficou em 3º lugar na disputa que garantiu a vitória ao candidato da “mudança”.

Já em 2014, lá vem Eliziane Gama, já deputada federal, tentando de novo. Desta vez, mais ousada, se lançando ao pleito de governadora do Maranhão. Bem aí ela disputaria com nada menos que Flávio Dino, um comunista cheio de razão e cheio de si que já vinha há mais de 4 anos se preparando para o cargo e fazendo campanha por todo o Maranhão.

Em 2014 mesmo, Eliziane reconhecia as dificuldade de alianças partidárias e a pressão do partido para abrir mão da candidatura e apoiar o candidato visivelmente mais forte. Mesmo assim, na cara e coragem e convicção afirmara que “a candidatura estava pronta para a disputa e que era um plano traçado por Deus”. Oi?!

Enfim, acabou que não se sabe qual foi a lavagem cerebral feita por Flávio Dino à Eliziane e quais as promessas que prometera à ela e ao partido. O que se sabe é que no mês de Março de 2014 (antes mesmo de começar oficialmente a campanha para governo), Eliziane desiste da candidatura idealizada por Deus em apoio ao comunista.

De todos os argumentos e justificativas dadas à imprensa e à população por parte de Eliziane Gama, nenhuma convenceu. O que se sabe é que a população começou, a partir daí, perceber o quanto é uma mulher de dobre e inconstante caminho. De manhã afirma uma coisa e a noite reafirma outra.

Ao abrir mão da candidatura, em 2014, Eliziane tinha a esperança do apoio irrestrito de Flávio Dino à sua candidatura à prefeitura de São Luís, de novo, em 2016. Só ela, coitada, acreditava nisso. Estava na cara que Flávio Dino apoiaria o seu projeto idealizado à reeleição- Edivaldo Júnior.

De lá para cá, Eliziane veio tentando – e até conseguindo – fortalecer a sua candidatura à prefeitura, estando, em todas as pesquisas antigas permanecer à frente do prefeito. Mas, era mais que certo o apoio de Flávio Dino ao prefeito Edivaldo, afinal, dívida de campanha caros leitores, pois Edivaldo botou ‘a cara e a máquina  no sol’ no projeto de eleição de FD ao governo do estado (2014). Flávio apoiá-lo seria o mínimo, Néan?

Chega 2016 e o governador cria o factóide de que não se meteria diretamente em nenhum eleição municipal. En en!
“Ei e cadê o apoio que o o governador daria à Eliziane, pois esta abriu mão de sua candidatura a disputar com ele em 2014 com essa ilusão?”.

Bom, o que se sabe é que nessa altura do campeonato, FD saiu com uma história de consórcio de candidatos – incluindo a irmã nesse bolo, uma loucura, diga-se de passagem, pois eu nunca vi se dar atenção e dedicação igual à pessoas e projetos diferentes.

E com essa, Eliziane caiu, mais uma vez, no conto do vigário, sendo a mais prejudicada da história. Flávio Dino tem sido uma espécie de mal necessário na vida da irmã, que como dizem nas igrejas, “a irmã não está vigiando”. Eliziane está liquidada, sem apoio, caindo, além das pesquisas, também, na confiança do eleitorado à seu respeito. Literalmente morrendo na praia e isso tem um culpado.

P.S – Eu, se fosse a irmã Eliziane, já tinha dado um ‘chega pra lá’, nesse carma!

Em tempo

E ao que parece, esse ‘chega pra lá’ já aconteceu. Informações dão conta de que Eliziane Gama já declarou apoio ao candidato Eduardo Braide, ou seja, disse NÃO ao fortalecimento do projeto do comunista em São Luís.

 

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?