Com o número 90 121, Aníbal Lins tem intensificado os trabalhos de sua campanha na região Itaqui-Bacanga

unnamed
Candidatura de Aníbal Lins cresce na área Itaqui-Bacanga

Candidato a vereador de São Luís pelo PROS (Partido Republicano da Ordem Social) com o número 90 121, Aníbal Lins tem intensificado os trabalhos de sua campanha na região Itaqui-Bacanga. Em uma semana, o sindicalista já percorreu os bairros Vila Nova, Vila Maranhão, Anjo da Guarda, Sá Viana, Vila Isabel e Alto da Esperança. Durante as visitas ele conversou com moradores de áreas que enfrentam problemas de saneamento, abastecimento de água, moradia, transporte, segurança, educação e saúde.

Moradores relataram que convivem com os mesmos problemas há décadas e que nos últimos anos a situação piorou devido à falta de segurança em toda a região. Para o zelador José da Silva (43), a população está desacreditada da política porque não vê retorno na confiança depositada nas urnas. “A gente vota porque acredita que as coisas vão mudar, mas parece que quanto mais o tempo passa as coisas ficam é pior. Antes a gente sentava pra conversar e dormia até de porta aberta, mas hoje não pode mais nem sair na rua porque tá muito violento”, desabafou.

Anjo da Guarda – Na comunidade que realiza a Paixão de Cristo, um dos maiores espetáculos teatrais a céu aberto do Brasil – os jovens criticaram a falta de incentivo e apoio à cultura, esporte e educação. Na opinião da estudante Adriana Fonseca, a ausência do poder público incentiva a entrada dos jovens na criminalidade. “Muitos adolescentes não têm uma formação adequada, nem estrutura familiar, situação agravada com a falta de apoio em ações culturais e esportivas, por exemplo. Esse quadro permite que jovens acabem escolhendo o caminho errado”, lamentou.

O candidato também ouviu apelo para melhoria do transporte público, serviço que para os moradores é prestado sem frequência e quantidade adequadas. A pouca ou mesmo ausência de iluminação em alguns pontos também preocupa a população da região, porque uma grande parcela dos moradores precisa sair de casa antes do amanhecer e retorna no período da noite. “Nós saímos e voltamos pra casa com muito medo”, relatou a comerciante Alzira de Jesus, que trabalha no Centro.

Emprego

A geração de emprego e renda foi a principal reclamação de moradores do Sá Viana. Enquanto na Vila Isabel, a ausência de creches e escolas foram os pontos que mais chamaram a atenção do candidato. Aníbal disse que essa situação precisa de uma solução urgente, pois são fatores que se somam, segundo ele. O candidato esclareceu que quando surge uma oportunidade de emprego ela contrasta com a falta de lugar para os pais deixarem seus filhos durante o dia, problema que seria solucionado com a implantação de creches e escolas em tempo integral.

Durante o fim de semana, Aníbal Lins também conversou com moradores do Bairro de Fátima e Monte Castelo. Mais uma vez as reclamações que predominaram estão relacionadas a oportunidades de trabalho, pouca infraestrutura e falta de qualidade de vida nos bairros.

Mudança

Aníbal Lins disse que é preciso aperfeiçoar o modelo de gestão dos poderes Legislativo e Executivo municipais. “Na Câmara vou contribuir para uma mudança no modo de administrar os recursos públicos. Nosso povo – cada pai e mãe de família – merece ser tratado com respeito. Nossas crianças e adolescente precisam ter o direito de sonhar com um futuro digno e nós precisamos criar de condições de realizar esse sonho”, afirmou.

Emancipação

Uma das propostas de Aníbal Lins para a população de São Luís é a criação dos Conselhos de Bairros, órgão que vai funcionar como interlocutor entre poder público e sociedade civil organizada. “Essa é uma das maneiras de realizar uma gestão efetivamente participativa. Com os Conselhos, são os cidadãos que vão debater e propor as melhorias necessárias para as comunidades dentro de cada realidade”, explicou.

O candidato também fez um balanço de sua primeira semana de campanha reconhecendo que o poder público precisa avançar na garantia de serviços de qualidade. Mas chamou atenção de para o poder de mudança que cada cidadão carrega. “O povo precisa exercer seu direito de forma consciente. Os mesmos cidadãos que criticam e reclamam da forma como são governados é que têm o poder de mudança nas mãos. Por isso, é importante votar com lucidez e pela mudança”, concluiu.

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?