“O prefeito Edivaldo Júnior abandonou a saúde de São Luís e, agora, às vésperas das eleições vem fazendo uma maquiagem”, denunciou médico do Socorrão I

Médico Allan Garcês
Médico Allan Garcês

Em entrevista concedida à mim, na tarde desta sexta-feira, 17, o médico Allan Garcês, do Socorrão I, com muita insatisfação desabafou acerca das condições de trabalho, de serviços e estruturais da saúde do município. A inoperância, limitação e deficiência na prestação do serviço da saúde pública na capital, tem apenas 1 culpado, a gestão municipal, que segundo o médico, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior a abandonou. “A gestão de Edivaldo Júnior abandonou a saúde de São Luís e, agora, às vésperas das eleições vem fazendo uma maquiagem”, contou.

Quando o médico começou a discorrer sobre a situação da saúde, tive a curiosidade de perguntar sobre a questão das macas no corredor do Socorrão I, pois é sabido que o prefeito Edivaldo tem limitado a saúde do município a dizer que “limpou” o corredor do Hospital, retirando de lá as macas.

O médico foi bastante incisivo na resposta, ao que afirmou “Edivaldo vem enganando a população em todas essas propagandas que aparecem na Tv. Ele retirou as pessoas do corredor do Socorrão I e entupiu e escondeu na Santa Casa”. Nesse momento, o profissional me convidou a ir ver in loco a situação humilhante e penosa no Hospital Santa Casa.

CAPA-1-_prefeito_visita_socorrao_i_070516_foto_fabriciocunha_273
Segundo a denúncia do médico, Edivaldo retirou as pessoas do corredor do Socorrão I e escondeu na Santa Casa”.

Segundo Allan Garcês, as pessoas hospitalizadas foram transferidas para um outro Hospital que está faltando tudo. “Lá falta medicação, materiais básicos para cirurgia, falta gaze para fazer um curativo, fio de sutura. A situação é muito precária e não o que se vê na televisão”, denunciou.

Salários atrasados

A entrevista toma outro rumo quando o servidor municipal denuncia, também, o abuso do prefeito em atrasar o salário dos profissionais. Para ele, é um desrespeito grande com os funcionários.

“O pessoal da limpeza que ganha 1 salário mínimo, estava há 3 meses com salário atrasado. Isso é imoral e essas condições não podem continuar”, afirmou Allan.

O meu entrevistado tocou em um ponto que eu sempre friso nos meus textos, a questão da “mudança” pregada pelo prefeito Edivaldo Júnior e que até o fez ganhar a eleição, mas, no mesmo pensamento unânime de todos os ludovicenses que estão padecendo com a gestão que vem nos maltratando, tudo realmente mudou, mas foi para pior.

“Os pagamentos estão assim, os médicos estão sendo pagos com atraso, os anestesistas, por exemplo, estavam há 6 meses com os salários atrasados e receberam apenas 1 pagamento, ou seja, continuando 5 atrasados e assim sucessivamente com toda a categoria dos profissionais da saúde”.

Em relação a proposta de reajuste salarial 2016 de apenas 2% oferecido pela prefeitura de São Luís, o médico Allan Garcês diz se envergonhar com tamanha imoralidade. “Essa proposta imoral de reajuste fere a dignidade do servidor público, é atacar no íntimo da dedicação e amor ao trabalho do funcionário, por isso, os médicos do Socorrão I vão parar.

Allan quis pontuar que como os médicos têm responsabilidade ética e moral com a vida, os serviços de urgência continuarão. Exceto os atendimentos de consultas, os quais serão suspensos.

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?