Símbolo da Operação Lava Jato, Japonês da Polícia Federal foi preso

Símbolo dos “coxinhas”, Japonês da Federal que ‘vendia informações da Lava Jato’ para revistas é preso em Curitiba
Símbolo dos “coxinhas”, Japonês da Federal que ‘vendia informações da Lava Jato’ para revistas é preso em Curitiba

O agente federal Newton Ishii, conhecido como Japonês da Federal, foi preso na tarde de ontem (7), em Curitiba. O mandado foi expedido pela Vara de Execução Penal da Justiça Federal de Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná.

O Japonês da Federal ficou conhecido nacionalmente devido suas aparições em fotos conduzindo presos na Lava Jato. Ou seja, bandido que conduzia bandido.

Em 2003 o agente já tinha sido condenado a 4 anos e dois meses de prisão, no âmbito da Operação Sucuri, que apurava o envolvimento de agentes na facilitação da entrada de contrabando no País. O agente foi um dos 23 policiais federais alvos da Operação.

Numa das gravações que levou o ex-senador Delcídio Amaral à prisão, em novembro de 2015, também foi declinado o nome de Ishii — identificado como “japonês bonzinho” — como agente que vaza e vende informações da Lava Jato às revistas semanais.

A investigação corre sob segredo de Justiça. Ainda de acordo com o advogado, a pena será cumprida em regime semiaberto.

Informações site 247

 

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?