TCE-MA: Orgão que “julga” as contas de gestores do Estado é o mesmo que mantinha funcionário fantasma

Foto: Internet - Thiago Augusto Azevedo Maranhão Cardoso
Foto: Internet – Thiago Augusto Azevedo Maranhão Cardoso. Olha a cara dele!

Mais uma descoberta de malandragem e de que quem tem Poder é quem manda, foi feita na tarde desta segunda-feira, 9. Depois da reviravolta sobre o processo de Impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT) em que o presidente interino da Câmara dos Deputados Waldir Maranhão (PP) tentou anular a sessão que autorizou o processo, mais um “podre” vinha à tona, enquanto o deputado deixava o país “às loucuras” e brincava com o que deve ser considerado sério.

Se tratava de Thiago Augusto Maranhão – seu filho -, que exercendo a função de médico na cidade de São Paulo, recebia mais de 6 mil reais de salário pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA), ou seja, salário fantasma, pois o mesmo reside na cidade em que trabalha. Thiago Augusto tinha sido nomeado em 19 de novembro de 2013, como Assessor do Conselheiro Edmar Cutrim (??) e ganhando além dos R$ 6,5 mil, ainda recebia R$ 800 de auxílio-alimentação. É muita palhaçada!

Engraçado é que o próprio órgão que JULGA as contas do Estado e diz quem tá certo ou errado, é o mesmo que mantém práticas de roubo, mentiras e irregularidades. Com a descoberta, coube ao TCE exonerar o funcionário fantasma, em ato assinado pelo presidente da Corte, o conselheiro João Jorge Pavão.

thiago_augustpo

thiago_exonera

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?