Governo do Maranhão é alvo de falhas em provas do processo eleitoral para novos diretores escolares

Eleição-para-Diretor

As mais diversas denúncias têm chegado até à mim dando conta de que a prova do processo eleitoral para a escolha democrática dos novos diretores escolares, no governo Flávio Dino (PCdoB) foi uma verdadeira bagunça , completamente equivocado e cheio de desencontro de informações. A prova aconteceu no dia 07 de Novembro e antecedeu o processo direto de eleição nas escolas, o qual aconteceu ontem, 10.

A prova que teve exigência de 75% de acertos, foi considera um absurdo por parte dos candidatos. Os mesmos alegaram que nem mesmo em concurso público é exigida essa máxima de acertos. E ainda tem mais, o candidato que não se enquadrou na máxima de acertos será automaticamente substituído por quem não foi certificado pela Formação Continuada promovida pelo próprio Governo do Estado aos candidatos ao cargo de diretores que fariam a prova.

A prova escrita

Sobre o conteúdo da prova, mais reclamações, a ABAPORU, empresa que foi responsável pela aplicação da prova e do conteúdo, não colocou nenhuma questão estudada/aprendida na Formação Continuada. Mas como? Se os candidatos participaram do Curso exatamente para se prepararem para o processo escrito?! A prova foi toda com questões do Ensino Fundamental. Fora as questões com duplicidade de respostas. Talvez a SEDUC – Secretaria Estadual de Educação esqueceu de avisar que o processo era para o Ensino Médio.

Atenção Governador Flávio Dino, os professores da rede estadual estão querendo ensinar ao senhor e às suas equipes que o quórum de votos de 50% pelo Edital é inviável matematicamente para as escolas que possuíam 3 chapas. E ainda lhe perguntam se é correto deixar no cargo as pessoas que estavam na gestão passada sem afastá-las para a campanha?! Como pode isso, Governador “Da Mudança”? Processo corrompido e de privilégios no seu governo, é isso mesmo? Ei, espera, mas eu pensei que era apenas no governo do seu opositor que era dessa forma. Será que é o feitiço virando contra o feiticeiro?

A denúncia ainda conta que, segundo “fontes escolares”, a SEDUC tem os seus  ‘preferidinhos’ para ocuparem os postos, ou seja, é aquela coisa de 6 por meia dúzia. Um processo que de democrático só tem o nome, o qual poderia ser mudado para “processo corrompido pelas indicações”.

A Seduc mantém na direção de escolas da capital diretores que mesmo já tendo sido impugnados por acúmulo ilegal de carga horária, continuam em seus postos. Ou seja, diretores de fachada, que mesmo possuindo outras funções externas (também de 40 horas), humanamente os impossibilitariam de dar total atenção e prestação de serviço à escola e aos alunos.

É  lei do privilégio e do mais forte que escancaradamente faz parte do processo eleitoral, pois os professores que concorreram também ficaram em desvantagem, pois o “detentor do poder” na escola é aquele que manipula e “faz o que quer na escola. As condições não foram e nem são de igualdade”, informou o denunciante.

Mesmo diante de tantas reclamações, tantos esclarecimentos de desacertos desse governo amador, é claro que nenhum recurso impetrado pelos candidatos foi deferido, afinal, o Governo Flávio Dino é caracterizado pelo “estar certo em todo o tempo. O governo que “não erra”. Tudo é do jeito do “deus – dono da razão”. Tudo é pessoal e confidencial.

A versão do governo do estado é que “o processo para a gestão democrática de diretores está caminhando a passos largos”. E a versão dos professores, trabalhadores e batalhadores da vida diz que “a luta por esse momento histórico pode até ter sido longa, mas deveria acontecer com mais clareza, responsabilidade e maturidade. Pois o que se vê é a SEDUC se mostrando despreparado para esse tipo de processo no Maranhão”, pontuou um professor.

E aí é mais um acontecimento que vai colocando a gestão estadual em descrédito junto à população.

Denúncia afirma que em Grajaú houve manipulação na eleição do voto

Informações e uma imagem de WhatsApp enviada para mim por professores do município de Grajaú, dão conta de que na cidade também houve falha no processo eleitoral de escolha para diretor escolar na cidade, ontem, 10.

Em Grajaú, apenas na Escola Desembargador Nicolau Dino não houve a contagem dos votos e a eleição foi cancelada. O motivo desse cancelamento, segundo a comissão eleitoral, se deu em razão de não ter havido quórum de votantes para a categoria de professores, ou seja, menos de 50% dos professores votou, o que fere o artigo 54 do Edital n.º 003/2015 que criou as regras para as eleições nas escolas.

c41e903573bd60d7fb1eb20f7da9366a

Ainda segundo informações, a decisão de não votar por parte dos professores foi articulada pela diretora interina do Colégio Nicolau Dino (Janayna Moreira Barros Solino), a qual era candidata pela Chapa 01 e nem a mesma votou (como mostra a imagem acima), pois era de seu conhecimento que se não houvesse quórum mínimo de 50% de votantes a eleição seria cancelada.

Os estudantes e os pais (que também tinham direito a voto) compareceram em massa para a votação, mas seus votos de nada valeram, como pode, também, ser visto nas imagens abaixo.

a79932ef638c79d242c1b054179e52de83c25489598ae1ff4d37bda2f7841c99

A denúncia vai mais ‘fundo’ quando diz que a ”manipulação” foi feita pelo grupo do governador da ‘mudança, ética e moral’ Flávio Dino (PCdoB), através de sua ex-assessora especial, exonerada acusada de cobrar propina de índio e pretensa candidata a prefeita do município de Grajaú Simone Limeira.

flavio-dino-simone-limeira1-495x522
Ouvi dizer que Flávio Dino a ama. Digo de novo “imaginem isso aí prefeita”

Imaginem essa daí prefeita?!

8 thoughts on “Governo do Maranhão é alvo de falhas em provas do processo eleitoral para novos diretores escolares

  • 14/12/2015 at 18:11
    Permalink

    Será que pelo menos você consegue entender o que escreveu? rs (2)

  • 12/12/2015 at 14:55
    Permalink

    Octaildo, o dolo esta no ato de sua esposa e candidata a direção não ter votado nela mesma pois tinha conhecimento de que se não houvesse os 50 % de votos dos funcionários a eleição seria anulada, favorecendo a si mesma assegurada pela pessoas que a estavam apoiando. Vocês devem acreditar que as pessoas ainda se conformam em serem enganadas e passandas para trás com jogadas baixas e sujas. Se vocês houvessem ganho com dignidade e respeitando o processo eleitoral não estariam enfrentando uma situação tão constrangedora. Só nos mostram com tal atitude que vocês pouco se importam em Educar crianças para serem Cidadãos de bem.

  • 12/12/2015 at 14:34
    Permalink

    Que justiça seja feita. Ninguém pode impedir um Processo Democrático como esse e prejudicar a imagem do nosso Governador que vem tentando organizar o Sistema Educacional Maranhense. Somos todos André!

  • 12/12/2015 at 14:28
    Permalink

    Será que pelo menos você consegue entender o que escreveu? rs

  • 12/12/2015 at 14:28
    Permalink

    Estudei 11 anos no CE Nicolau Dino e sempre admirei a forma como a escola era conduzida. Infelizmente,no início do ano, por questões meramente políticas, a prof Janaína caiu de paraquedas na direção da mencionada escola, porém não tem pulso pra exercer tal função, não sabe controlar os alunos.

  • 12/12/2015 at 13:19
    Permalink

    Sou aluna do C. E. Nicolau Dino. Apoio os professores e a Janayna… Parabéns Professores! Fica Janayna.

  • 12/12/2015 at 02:03
    Permalink

    Não precisa ser grande observador
    para perceber que o dolo está na edição da imagem, pois o blog publicou a
    matéria às 20h37 dia 11 de dezembro de 2015, isto é, antes mesmo do suposto
    ocorrido, que segundo a imagem, a conversa tem data do dia 11/12/2015 às 23h20.
    No facebook, a primeira publicação fora feita às 17h15 do dia 11/12/2015. É possível?

  • 11/12/2015 at 23:23
    Permalink

    sou estudante da escola Nicolau Dino e acho uma grande falta de respeito oque foi feito com nos alunos e os pais, pois muitos deixaram seus afazeres pra ir jogar seu voto no lixo, e agora? cadê nosso direito de escolha? e mais botar polícia pra oprimir os ALUNOS sendo sua maioria menor de idade que só queriam reevindicar seus direitos, sabemos o melhor pra todos nós, #fora_janaina

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?