Brasil cheio de problemas e ministros preocupados em votar a favor da legalização das drogas

8Sem7_bdfe2ac01ee5a76f01c5fccbf12c68a9

Com tantos problemas que o Brasil vem enfrentando, principalmente nos últimos meses e, ao que parece, a classe política tem pouco se importado com isso, afinal, nada muda para eles e, o melhor, seus salários e vida financeira em nada são afetados, então por que se preocuparem com dias que estão sendo bem difíceis para os trabalhadores que, a cada dia que passa, tem os seus direitos trabalhistas mais diminuídos e covardemente lhe tomados?

Se já não bastasse isso, famílias brasileiras estão entrando em pânico com um assunto que parece ser a principal pauta dos últimos dias: A legalização das drogas. Como se isso fosse resolver ou apaziguar a vida de milhares de viciados e famílias que foram e são, todos os dias, dilaceradas pelo uso constante de entorpecentes pelos seus consumidores.

Sobre essa questão, o senador Magno Malta (PR – ES) sugeriu que os ministros visitassem casas de recuperação de dependentes químicos e como no empirismo, pudessem ter a experiência da realidade dos locais e das vidas que ali se encontram. A proposta de descriminalização de entorpecentes em casos de ‘pequeno porte’ (uso pessoal) está em julgamento no Supremo Tribunal Federal e tem dividido opiniões, levando a um amplo debate sobre quais seriam de fato os ‘benefícios’ deste projeto.

Há uma semana, o senador e uma deputada de Santa Catarina visitaram o ministro do STF Luís Roberto Barroso para conversar sobre a descriminalização das drogas e os malefícios e problemas sociais que esta pode trazer. Luís Barroso é um dos que acredita que a descriminalização pode levar a uma política de legalização das drogas.

Segundo Magno Malta, a visita e a conversa com o ministro foi produtiva.
“Mostrei a ele, dos meus 35 anos que passei tirando drogados das ruas e também a experiência que vivi como presidente da CPI do narcotráfico. Eu mostrei a ele os malefícios morais, psicológicos, físicos e sociológicos que a maconha produz. […] Ele [Barroso] foi muito educado. Eu disse a ele para visitar casas de recuperação e ele me pediu referências do entorno para poder ir e conversar com os próprios drogados. Nós temos esperança de que ele venha conosco, para não permitir que essa desgraça aconteça no Brasil”, afirmou o senador, referindo-se à descriminalização.

Legalizar drogas não vai resolver problema de viciado e nem acabar com o tráfico delas, é como trocar 6 por meia dúzia. O que vai acontecer é legalizar o seu uso e este ser vendido e usado livremente, aumentando cada vez mais o número de adeptos. É como aquela mesma discussão sobre a maioridade penal, sabem como? Já até escrevi sobre isso (Reveja AQUI).

fumar-maconha436

Todo mundo sabe que as drogas têm sido uma das maiores causas de tanta violência na nossa cidade, estado e país. Uma das maiores causas da insegurança, dos assaltos, de mortes e de pessoas doentes, com suas vidas destruídas e dependentes dela.

E, se o argumento dos defensores pela descriminalização e, posteriormente, a legalização das drogas, mais precisamente a maconha, digo: A maconha leva a outras drogas. Afinal, as pessoas que gostam de drogas procuram… drogas.

One thought on “Brasil cheio de problemas e ministros preocupados em votar a favor da legalização das drogas

  • 18/09/2015 at 18:30
    Permalink

    Já pensaram que deixaria de haver tráfico e as prisões se iriam esvaziar? Que deixavam de haver tantos roubos, Etc,etc….Quem dera que em Portugal pensassem assim!

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?