Até que enfim alguém percebeu que o serviço de Ferry Boat no Maranhão é de péssima qualidade

foto_1_procon_fiscaliza_servico_de_ferryboat_no_maranhao
Duarte Júnior in loco: Fiscalização ferryboat

Em mais uma de suas ousadas ações, o Procon/Ma – Proteção e Defesa do Consumidor  vistoriou mais uma “reinado” que, até então, parecia intocável.

Falo dos serviços de ferry boat no Maranhão, que ao meu ponto de vista, é de uma estrutura, no geral, que deixa a desejar em todos os seus aspectos.

Após queixas de passageiros e/ou consumidores foi realizada uma fiscalização no ferry boat, onde, na oportunidade, foi detectado o descumprimento à Lei da Gratuidade para Idosos e tabela de horários. Além das péssimas condições estruturais que saltam aos olhos de qualquer cidadão que precisa usufruir desse meio de transporte marítimo.

De acordo com informações do Procon/Ma, foram encontrados problemas como ausência de toldos e pisos apropriados, como piso tátil, o qual facilita o acesso a passageiros com dificuldade na visão e o antiderrapante – que evita escorregões em dias chuvosos.

As condições da lanchonete nem se fala. Ali a higiene passou foi longe. Ainda segundo o órgão, o local também foi reprovado durante a fiscalização, pois a equipe verificou que o manuseio de alimentos estava sendo feito sem o uso de equipamentos adequados, como luvas e toucas.

 A visita foi realizada após audiência pública da Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB). De acordo com o diretor Duarte Júnior, o Procon realizará fiscalizações até agosto, quando o prazo dado pelo regulamento publicado em abril deste ano pela MOB, chega ao fim.

Em caso de descumprimento e falta de adequação ao regulamento do serviço público de transporte aquaviário intermunicipal de passageiros, cargas e veículos e de outras providências, sanções poderão ser aplicadas, conforme prevê o Código de Defesa do Consumidor e o decreto 2181/1997, avisa o órgão.

P.S – Bom, eu como cidadão e usuária, de vez em quando, dos serviços de ferry boat espero, sinceramente, que essa fiscalização gere resultados rápidos e positivos para o consumidor.

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?