Desumano: Homem de 50 anos mata animal com martelo de ferro no bairro Cruzeiro do Anil

É como o ditado que é bem popular e cotidiano para mim: eu morro e não vejo tudo.
Na verdade não sei nem como ainda me surpreendo ao saber de atitudes cruéis e sem noção do ser humano.

De acordo com o site G1, um homem de 50 anos foi autuado pela Delegacia Especializada de Meio Ambiente (DEMA) por matar um cachorro a golpes de martelo. O caso aconteceu no bairro do Cruzeiro do Anil, na última quinta-feira (11).

Reprodução: G1 Maranhão
Reprodução: G1 Maranhão

O criminoso acontecimento só chegou à DEMA ontem, 12.

“Chegou a denúncia aqui à delegacia desse caso, de um homem que utilizou uma barra de madeira, um martelo de ferro, para matar um cachorro na rua onde ele reside. Ele tomou umas cachaças, o cachorro latiu para ele e, então, ele deu várias marteladas na cabeça do animal”,  explicou, ao G1, o delegado titular Sebastião Uchôa.

O acusado, que ao meu ponto de vista é um covarde, ignorante e criminoso, vai responder pelo crime de maus-tratos a animais. “Fizemos a condução dele e ele confessou o crime”, completa. Ele assinou um termo de compromisso e foi liberado, conforme determina a Lei n° 9.065/98. De acordo com o delegado, ele deve prestar serviços à comunidade.

O dono do animal – um morador de rua – e uma testemunha vão comparecer à delegacia, na segunda-feira (15), para depor e auxiliar a Polícia Civil a reunir mais provas. O Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) fica pronto até quarta-feira (17) e, com isso, a audiência no Juizado de Pequenas Causas já foi marcado para 20 de julho.

P.S – Não é preciso ser uma doutora da lei ou um especialista da área para identificar que esse tipo de agressão é inadmissível e delinquente e precisa, sim, de punição severa. Que esse caso, assim como tantos outros, possam ser investigados com afinco pelos responsáveis e que a justiça seja feita por aqueles que não conseguem se defender sozinhos, ficando em muitas vezes, reféns da maldade do homem.

Baseada em informações do G1 Maranhão

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?