Deputado Wellington do Curso defende mais concursos que incluam jornalistas

Sabendo da importância da comunicação e, mais ainda, da necessidade do profissional de jornalismo em todos os setores do Estado, o Deputado Estadual – Wellington do Curso (PSL), em seu pronunciamento na manhã desta quinta-feira (12), na Assembleia Legislativa do Maranhão, solicitou ao Governador Flávio Dino (PCdoB) a inclusão de vagas destinadas para profissionais da área de jornalismo e radialismo, em todos os concursos do Estado.

O Deputado e proprietário de uma empresa de cursos preparatórios para concursos – Wellington – ainda garante que é notório que em quase todos ou na maioria dos concursos públicos existentes aqui no Maranhão, nunca há a oportunidade para os profissionais da área.  Vaga-para-Jornalista

“Ao longo de vinte anos tenho percebido que nas preparações para os concursos públicos, as classes de jornalistas e radialistas são desprivilegiadas. Por isso, hoje solicitei ao Governador do Estado que na realização dos concursos públicos, estes sejam abrangentes em todas as áreas, destacando e dando importância à atividade desses profissionais que há anos vêm sendo desfavorecidas”, defendeu Deputado.

Concurso público para jornalista aqui no Maranhão é realmente muito raro, falo com propriedade de causa.
Em São Luís, como no restante do Estado, tem vários órgãos, tanto na esfera municipal, estadual e até federal, mas em todos eles pouco se vê trabalhadores habilitados para a função da categoria, caracterizando assim, desvio de função. E, para mim, além de ter a certeza que o Deputado está correto em sua solicitação ao Governador, sei também que para ser concursado para jornalista precisa impreterivelmente de diploma. Eis aí a necessidade da formação na área, o que muitos não entendem – atribuição em que a maioria acha desnecessária -, mas isso é uma discussão para outro momento.

2 thoughts on “Deputado Wellington do Curso defende mais concursos que incluam jornalistas

  • 15/02/2015 at 15:02
    Permalink

    Será? Rs. Obrigada pela participação, Eduardo Segundo.

  • 13/02/2015 at 16:58
    Permalink

    O que ele quer realmente são turmas!

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?