Aprovada na Assembleia Lei que fortalece o transporte alternativo; Júnior Verde é o relator

O deputado estadual Júnior Verde (PRB) foi o relator do Projeto de Lei aprovado na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, 20, que dispõe sobre o acréscimo no prazo de vida útil de veículos no âmbito do serviço público de Transporte Alternativo Intermunicipal e Semiurbano do Maranhão.

A Lei traz como limite de vida útil dos veículos fabricados com monobloco 08 anos, e para veículos fabricados com chassis, 10 anos. O texto é de iniciativa do Executivo, mas foi amplamente discutido com a categoria por intermédio do deputado Júnior Verde, em todas as reuniões realizadas.

“Uma grande conquista, pois conseguimos aprovar de forma a atender as reivindicações da categoria. Será um grande ganho para o Maranhão, pois alguns operadores estavam regularizando seus veículos em outros Estados, por conta da ausência da norma. Representa fortalecimento desses trabalhadores e da economia do Estado”, justificou o parlamentar.

O deputado reiterou que entre 2015 e 2017, foram concluídos cerca de 2.500 Km de estradas e vias urbanas no Estado, melhorando a infraestrutura rodoviária. “A mudança aprovada na Assembleia vai de acordo com a nova realidade das rodovias e vias urbanas do Maranhão. Além disso, a iniciativa visa manter mais profissionais na formalidade, desestimulando a informalidade”, concluiu.

Júnior Verde quer criar Programa Estadual de Armazenamento e Descarte de Resíduos de Saúde

O deputado estadual Júnior Verde (PRB) deu início às discussões para a elaboração de um Programa Estadual de Armazenamento e Descarte de Resíduos de Saúde. O parlamentar reuniu profissionais que atuam na segurança do trabalho, saúde e vigilância sanitária, para ouvir as dificuldades e traçar estratégias no I Seminário de Gestão de Resíduos de Saúde. São Luís possui cerca de 850 estabelecimentos da área da saúde, que juntos produzem cerca de 15 toneladas de resíduos por dia. Do total de instituições, 20% não realizam o gerenciamento nem o descarte adequados.

– O encontro foi de extrema relevância porque foi a primeira vez que ocorreu um Seminário para discutir uma problemática tão séria – afirmou o professor Lúcio Macedo, doutor em Saneamento Ambiental pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

O Seminário, realizado na FIEMA, foi uma inciativa do deputado Júnior verde, que é membro da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Maranhão. Os encaminhamentos propostos no encontro vão embasar o Programa Estadual de Armazenamento e Descarte dos Resíduos de Saúde.

– Ouvimos os profissionais de saúde e a partir daí, criaremos esse programa. Essa é uma das atribuições do parlamentar. Fazer leis que permitam trazer benefícios para a população e atender, nesse caso, os anseios desta categoria – explicou o deputado, que alertou ainda para a preocupação em evitar também casos de infecções hospitalares.

Durante o seminário foram discutidos temas relacionados às atribuições, tratamento, descarte e soluções. “Enquanto Vigilância Sanitária, temos orientado o descarte adequado dentro da realidade deles. Mas efetivamente precisamos de uma ampliação e de novas estratégias até para que os impactos ambientais sejam os menores possíveis”, pontuou o superintendente de Vigilância Sanitária do Estado, Edmilson Diniz.

O coordenador do Seminário, professor de Direito Ambiental Oiama Cardoso Filho, destacou a importância do evento. “Não existe um Plano adequado em todo o Estado. Esse encontro foi extremamente relevante porque vai preencher esse vazio legal que existe na questão dos resíduos de saúde”, finalizou.

“Uma lamentável fatalidade”, diz dono de lancha que naufragou no rio Preguiças

Empresário Janderson Landim

O empresário Janderson Landim se manifestou sobre o acidente ocorrido com uma lancha, de sua propriedade, que afundou, na última sexta-feira, 8, no Rio preguiças, em Barreirinhas-MA.

Segundo o empresário, que atua no ramo de publicidade, o acidente foi uma fatalidade que pode ocorrer com qualquer pessoas que possui um equipamento como uma lancha de lazer. Janderson Landim afirmou que o importante é que não houve vítimas e que tudo foi resolvido de imediato assim que ele soube da ocorrência.

– Foi uma lamentável fatalidade que pode acontecer com qualquer dono de um equipamento como essa lancha que realmente é de minha propriedade. O importante é que assim que soube da ocorrência tratei de resolver o problema e dar toda assistência para os usuários da lancha e principalmente atentar para saber se houve algum dano ao meio ambiente que não foi o caso. Essa lancha sempre foi requisitada por amigos maranhenses que vão à Barreirinhas e desejam passear pelo rio Preguiças. O importante é que tudo foi bem resolvido porque demos toda atenção e estrutura para que nada e ninguém fosse prejudicado – explicou o empresário.

Segundo o proprietário, a lancha de luxo já se encontra completamente recuperada

Em tempo

Janderson Landim encontra-se no exterior participando de eventos sobre marketing empresarial e político.

FOTOS: Em como Jair Bolsonaro tem se tornado um gigante na internet

Jair Bolsonaro febre fenômeno na internet 
O deserto politico é tão devastador que o deputado Jair Bolsonaro, agora, é estrela da internet e saudado como “mito” pela multidão de jovens que reúne por onde ele passa.
 
“Mito, mito, mito!”, gritam, em coro, cerca de milhares de pessoas por onde ele vai, assim é o dia a dia do deputado Jair Bolsonaro (PSL).
Quando ele desponta nos saguões dos aeroportos, ergue os braços, as palmas aumentam: “Um, dois, três, quatro, cinco mil, queremos Bolsonaro presidente do Brasil!”.
Abraçado, apalpado, fotografado, beijado e empurrado, o capitão da reserva do Exército é uma febre por onde passa.
Na TV e Rádio é audiência certa em entrevista com Jair Bolsonaro.
Na internet o que se vê é inúmeras pessoas postando fotos com camisas de Jair Bolsonaro.
Cantores, Jogadores, artistas, pessoas anônimas, políticos ….
Não da para postar aqui todas as imagens que observamos em grupos de WhatsApp.
Professores e cientistas da área política nunca viram tamanha paixão, principalmente dos jovens. Seria uma resposta ao atual governo? Ou seria a paciência que se esgotou em relação a maioria dos políticos do Brasil?
Essa massa não é de manobra. E essa manifestação não se trata de uma questão partidária, até porque o partido de J.B. (PSL) é pequeno diante de alguns como: PT, MDB, PSDB, PP e outros.
Como explicar tamanha “avalanche” de carinho dos internautas por Jair Bolsonaro?
Será que o povo enlouqueceu? Ou o Brasil abriu os olhos e o gigante está despertando e querendo apostar no tudo ou nada, em resposta ao cansaço e à descrença, por sentir na pele, o que toda a corja política de raposas repetidas, viciada e prostituída na corrupção e maldade, está fazendo com a Nação?
Se é apenas uma onda, eu não sei, mas, o fato é que, hoje, Jair Bolsonaro é uma realidade e desponta como o número 1 na preferência da maioria da juventude no Brasil.

Em sua vinda à São Luís, Bolsonaro critica comunismo e deseja “poucos votos” a Flávio Dino

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) lançou ontem, 14, em São Luís, sua pré-candidatura a presidente da República. Ao lado de Maura Jorge – pré candidata ao governo do Maranhão, ele, também, confirmou que a ex-prefeita da cidade de Lago da Pedra é o nome do PSL para a disputa governamental.

Multidão recepcionou Jair Bolsonaro no aeroporto de São Luís

O pré-candidato foi recebido por uma entusiasmada multidão ainda no Aeroporto Marechal Hugo Da Cunha Machado, onde improvisou um mini palanque em cima de um carro de som e discursou aos seguidores.

Depois, em entrevista coletiva no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, voltou a fazer críticas ao comunismo – num recado claro ao governador Flávio Dino (PCdoB) – e às políticas assistencialistas dos governos do Partido dos Trabalhadores (PT).

– Se o povo quer mudar, tem que tirar da cabeça esse negócio de comunismo e clientelismo. Vamos para a verdade que a gente tem como sair dessa situação – declarou.

Bolsonaro também desejou “poucos votos” ao governador do Maranhão na eleição deste ano.

– Onde já se viu comunista falar em democracia?
Quando morreu um parente do ditador da Coreia do Norte, Kim Jon-un, o PCdoB fez uma Moção de Pesar.
Será que nós queremos viver como vive o coitado do povo coreano? Eu não engulo a palavra comunismo.
Nós evitamos em 64 que o Brasil mergulhasse no comunismo e a saída da Dilma foi mais um golpe neles. Boa sorte ao Flávio Dino e poucos votos a ele nessa eleição – completou.

O presidenciável ainda continuou, “a mensagem que a gente dá é a seguinte: o que tira o povo da miséria é o conhecimento, não é o governo. O comunismo costuma é escravizar o povo”, acrescentou.

Plano de governo O pré-candidato à presidência da Nação reafirmou que ainda não tem um plano de governo definido, mas garantiu que ele não será “uma peça de ficção”, como diz acreditar serem os planos dos seus adversários.

– Plano de governo geralmente é uma peça de ficção. Meu plano será o pior de todos, porque será verdadeiro – declarou.

Ele também criticou pesquisas eleitorais, ao afirmar que, num espaço de uma semana, um levantamento o colocou como líder em todos os cenários e outro, perdendo para todos os adversários num possível 2º turno.

– Nós carecemos no Brasil de uma fonte de pesquisa confiável – disse.

Criticado

Criticado por, aparentemente, ter pouco conhecimento de economia, Jair Bolsonaro arriscou alguns comentários sobre o assunto em sua passagem pelo Maranhão.

A juventude é a maior incentivadora do candidato Jair Bolsonaro

Segundo ele, uma de suas metas é, se eleito, diminuir o tamanho do Estado a partir de privatizações. “Quero diminuir o Estado! Vamos diminuir se chegarmos lá; mas, as estatais estratégicas não estão no nosso radar”, disse.

Ele também criticou a alta carga tributária imposta a empresários. “Quando se fala em economia, quem é que, em sã consciência, quer ser patrão no Brasil? É uma desgraça ser patrão aqui. Uma legislação complexa, uma carga tributária enorme”, reconheceu.

Ponte – que já está em fase de construção – vai interligar os bairros Maiobão e Cohatrac

A Ponte Pátio Norte está em fase de construção e deverá ser entregue no segundo semestre de 2018.
A ponte já está em fase de construção e promete diminuir os atuais 6 quilômetros de vias

Mais uma ponte em construção na Região Metropolitana vai desafogar o trânsito e diminuir distâncias para quem precisa se deslocar entre o Maiobão e o Cohatrac.

Construída nas proximidades do Shopping Pátio Norte, a nova rota vai diminuir os atuais 6 quilômetros de vias que separam os dois bairros vizinhos e que interligam mais de 200 mil pessoas que moram na região.

Com a ponte, construída sobre o Rio Paciência, serão apenas 220 metros entre as duas localidades, que vão, de acordo com moradores e para quem trabalha no local, economizar combustível, criar uma nova saída e também reduzir o tempo gasto nos engarrafamentos.

Atualmente, quem chega até o Shopping Pátio Norte, na Estrada de Ribamar (MA- 201) e precisa se direcionar à Cohab, Cohatrac, ou bairros adjacentes, tem que ir até a Forquilha para seguir para a Estrada da Maioba (MA- 202). Com a ponte, o contorno feito nos bairros será substituído por uma pequena reta.

Velhos e sem manutenção: Vários postes caem em uma rua do bairro Liberdade, em São Luís

Às vezes eu fico me perguntando o porquê de algo ou alguém “funcionar” só quando acontece o pior.

Falo com isso com conhecimento de causa, pois a notícia abaixo, para mim, só tem um culpado: a própria Companhia de Energia – CEMAR.

MA10

No final da manhã desta quinta-feira (14), os moradores do bairro Liberdade passaram por um grande susto.  Postes de iluminação da rua Bom Jesus dos Passos caíram quando moradores enfeitavam as rua com bandeirinhas em homenagem à Copa. Um poste chegou a atingir a casa de uma moradora.

O Corpo de Bombeiros foi acionado devido os fios de alta tensão que estavam espalhados pela rua. A área acabou sendo isolada para evitar mais acidentes.

Poste atingiu e quebrou parte de uma casa.

De acordo com informações dos moradores, o primeiro poste a cair teve a base rompida. Depois que ele foi parar no chão, outros cinco da rua também acabaram danificados. A queda dos demais foi como efeito dominó, um poste acabou puxando todos os outros para baixo. Com a ocorrência, os moradores agora temem pelos prejuízos com a possível queima de aparelhos eletrônicos e acreditam que a falta de manutenção pode ter provocado o acidente.

Uma nota foi solicitada à Companhia Energética do Maranhão (Cemar) para divulgar a causa do acidente.

P.S – Não é de hoje que eu relato aqui no blog sobre a condição de postes em ruas e avenidas da capital.

Aqui mesmo já foi registrada e contada a história do drama de uma moradora, do bairro Jardim América, que vive com um poste na calçada de sua casa, em perigo. O poste, há anos, está torto, quase caindo de tanta fiação pendurada, quebrando toda a calçada da residência e, simplesmente, a CEMAR nunca fez nada para mudar essa realidade, mesmo já conhecendo toda a situação.

– DENÚNCIA: Moradora denuncia perigo de queda de poste na calçada de sua casa

– Já fui várias vezes na Cemar pedir para trocarem o poste de lugar, porque está torto e acabou com a minha calçada. Toda vez a Cemar me dá um prazo de 72 para informarem alguma coisa e nunca entraram em contato comigo.
Quero ajeitar a minha calçada e não posso. Até a rede de esgoto da minha casa está sendo prejudicada, fora o perigo de, a qualquer hora, esse poste cair. Uma falta de respeito isso – reclamou a dona da casa, na época.

Em tempo

A situação da dona M.Reis, do bairro Jardim América, continua a mesma, até os dias de hoje.

Bolsonaro HOJE, 14, em São Luís

Bolsonaro é um dos pré-candidatos presidenciáveis que tem reais chances de chegar ao poder maior da Nação

O polêmico e pré-candidato à presidência do Brasil pelo PSL, Jair Bolsonaro, aterrissa hoje, 14, na capital maranhense, para cumprir agenda.

De acordo com informações, o Deputado Federal deve chegar às 12h, quando desembarca no Aeroporto Marechal Cunha Machado. Bolsonaro vai participar, também, do lançamento de pré-candidatura de Maura Jorge, ao governo do Maranhão.

Após ser recebido por correligionários e militantes que o apoiam. Logo após, o deputado federal participará de uma coletiva de imprensa. O deputado e pré-candidato deve gravar, junto com Maura Jorge, uma mensagem de apoio com pré-candidatos nas eleições proporcionais.

Às 15h, Jair Bolsonaro participará de um ato político aberto ao público no Multicenter Sebrae.

Eleições 2018: Dinheiro de empresas para doação em campanha eleitoral está proibida

Este ano, o eleitor brasileiro vai acompanhar uma campanha diferente – pelo menos na teoria -, pois, pela primeira vez, está proibida a doação de empresas para os candidatos, conforme determinação do Supremo Tribunal Federal (STF).

Sem o dinheiro das empresas, a saída encontrada por deputados e senadores foi definir novas regras para o financiamento da propaganda eleitoral. Depois de muita polêmica e poucos dias antes do prazo final para a proibição valer em 2018, Câmara dos Deputados e Senado aprovaram a criação do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, por meio da Lei 13.487/2017, que soma R$ 1,716 bilhão de recursos públicos.

Além desse fundo, as legendas apostam em doações de pessoas físicas e vaquinhas virtuais para aumentar o montante de recursos.

Distribuição

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definiu como os recursos do fundo serão distribuídos. Uma pequena parcela (2%) será dividida igualitariamente entre todos os partidos. O restante será distribuído conforme a votação do partido e a representação no Congresso. Quanto maior a bancada, mais dinheiro a legenda receberá. A referência é o número de titulares nas duas Casas – Câmara e Senado – apurado em 28 de agosto de 2017.

O partido que mais receberá recursos será o MDB com R$ 234,19 milhões (13,64%), seguido pelo PT, R$ 212,2 milhões (12,36%); e pelo PSDB, com R$ 185,8 milhões (10,83%). O PP (7,63%) ficará com R$ 130,9 milhões e o PSB (6,92%), com R$ 118,7 milhões. Já o Partido Novo, PMB, PCO e PCB (0,57%) serão as legendas com a menor fatia do fundo eleitoral, tendo direito a R$ 980 mil cada.

Os partidos poderão definir internamente os critérios da distribuição dos recursos para os candidatos, desde que com a aprovação da maioria absoluta dos integrantes da Executiva Nacional da legenda. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) analisará se os requisitos foram cumpridos ou poderá pedir esclarecimentos.

A partir dos critérios estabelecidos, a verba ficará à disposição dos partidos, que devem respeitar o entendimento do TSE de que, no mínimo, 30% serão aplicados para o custeio de campanhas eleitorais de mulheres. As decisões das legendas sobre a distribuição também devem ser divulgadas em suas páginas na internet.

Fundo Partidário

Por decisão da Justiça eleitoral, um outro fundo, o partidário, poderá ser utilizado nas campanhas dos candidatos deste ano. Composto por dinheiro público, o fundo é destinado originalmente ao financiamento de despesas que garantem a sobrevivência das legendas, como a manutenção de diretórios e o pagamento de pessoal. O orçamento aprovado pelo Congresso, no fim do ano passado, garantiu R$ 888,7 milhões a todas as 35 legendas registradas no TSE.

A distribuição segue a proporcionalidade do tamanho da bancada de cada legenda na Câmara dos Deputados.

Outras fontes

Mas nem só com dinheiro público serão bancadas as campanhas em 2018. Doações de pessoas físicas, limitadas a 10% do rendimento bruto do ano anterior ao das eleições, também serão permitidas. Cada pessoa não poderá doar mais que 10 salários mínimos para cada cargo ou chapa majoritária.

A internet também ganhou mais espaço nas eleições de 2018, com a liberação da arrecadação por ferramentas de financiamento coletivo, o crowndfunding ou vaquinhas virtuais, e a legalização do chamado impulsionamento de conteúdo, praticado por meio das redes sociais com empresas especializadas.

Se a internet ganhou espaço, a propaganda no rádio e na televisão foi diminuída para permitir uma campanha mais barata. No segundo turno, em vez de se iniciar 48 horas após a votação, a propaganda só retorna à TV e rádio na sexta-feira seguinte ao resultado, com um tempo menor. Além disso, parte da propaganda partidária em rádio e TV foi extinta para que o dinheiro da renúncia fiscal seja incorporado ao orçamento do fundo de financiamento de campanhas.

P.S – É sempre mais do que recomendável que a Justiça brasileira alargue bem os olhos ou tire aquela famosa “venda” que lhe faz jus à “justiça cega”, pois candidato dá jeito é para tudo. Ainda mais se tratando de dinheiro, investimento ou troca de favores, em campanha eleitoral.