Reunião de urgência: Desesperado com o seu projeto de reeleição, Flávio Dino convoca prefeitos maranhenses para Encontro

Preocupado com o seu projeto de permanência no poder, o governador Flávio Dino (PCdoB), convocou, em caráter de urgência, mais de 100 prefeitos, que se dizem aliados e comprometidos na reeleição do comunista, para uma reunião de garantia de apoio.
O Encontro aconteceu no Hotel Rio Poty, na noite da última segunda-feira (10), em São Luís e ainda serviu de comício para os candidatos intragáveis ao Senado, Eliziane Gama e Weverton Rocha, ambos, atualmente, deputados federais e, que, provavelmente, vão ficar sem mandato a partir de Janeiro de 2019.

Na reunião, ao lado dos prefeitos do Maranhão e de sua chapa ao Senado

O motivo?
A campanha do governador comunista não está alçando voos como o grupo esperava. Inclusive, agendas no interior do estado foram canceladas por falta de público nas atividades.

Muitos destes mesmos prefeitos que estavam no tal evento, são os mesmos que vivem falando mal do governador, se reclamando dele em todo o canto que se encostam.
Chamam Flávio Dino de mentiroso, governador de gogó e se reclamam, também, de que seus municípios estão ‘a Deus dará’ porque Dino não está repassando nada.

Mas, com a promessa de que as coisas vão melhorar, se é que me entendem, os prefeitos largaram todos os seus compromissos e vieram ouvir lorotas de Flávio Dino e, pior, ainda foram obrigados a ‘comprar’ as candidaturas ao Senado dos dois – citados acima – e vender para o povo nos interiores.

Como se já não bastasse implorar aos gestores municipais que se empenhassem mais no campo e no corpo a corpo em favor de sua campanha, FD ainda pediu fidelidade nos votos da sua chapa ao Senado.

A verdade é que na frente do comunista-mor, os prefeitos ficaram mansos na esperança de que as promessas que ouviram a noite quase toda vão ser, de fato, cumpridas, sem demora.
Mas o que Flávio deve saber é que, assim como ele, a maioria dos administradores das cidades maranhenses, são apenas gogó.
De noite são Dino desde criancinha e de dia é no ‘quem dá mais’.

Ai o que acontece?
A política vai ficando cada vez mais podre e prostituída e sendo usada como prazer de apenas uma minoria que tem poder de dar alguma coisa em troca quando necessário.

E o povo?
Aaahh, o povo que fique apenas com a parte do circo e do pão – pra eu não ter que dizer outra coisa e ser ofensiva.

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?