Política de pão e circo: Depois de quase 10 anos, Flávio Dino e trupe inaugura duplicação da BR 135 inacabada

Só mesmo aqui no Maranhão, lugar onde prefeito da capital faz “entrega de um buraco tapado”, para a população, em tom de comemoração e onde, também, governador convoca toda a sua trupe de, maioria baderneira, para inaugurar a lendária duplicação da BR 135 e, pasmem, inacabada.

Com a presença e participação do ministro Moreira Franco, na manhã desta quinta-feira, 11, foi inaugurada a obra de duplicação e requalificação da BR-135 que ocorreu entre São Luís e Bacabeira.

O ministro Moreira Franco estava representando o presidente da República, Michel Temer. Esteve presente na inauguração o governador do Maranhão, Flávio Dino, o Ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, o senador João Alberto, além de prefeitos da região, políticos, “politicados”, entre outros.

Foram 11 km entregues de trecho duplicado, que vai beneficiar diretamente mais de 1,5 milhão de pessoas na região metropolitana de São Luís.

Entre entrega, ladainhas, deboches e indiretas, houve, também, bate boca. Claro, afinal, o que seria de uma entrega de obra com tamanho porte sem que o chefe maior do estado perdesse a oportunidade de relembrar o seu maior pesadelo, que é a família Sarney?

Durante a cerimônia, enquanto Flávio Dino se apropriava de um glória que não é sua e destilava o veneno do qual se alimenta todo dia, ou seja, o ódio, o senador João Alberto, lá, sentadinho, alterou a voz chamando o governador comunista de mentiroso.

FOTO: O Imparcial – É baixaria que chama, né?

Flávio Dino, o governador meninão sem noção, viu na oportunidade da inauguração de obra de tamanha natureza, para, como dizem as ‘mães antigas’, SE APARECER (sic).

Em parte de sua fala, esbravejou que “nos últimos três anos, o estado tem trabalhado em obras estruturantes, ao contrário do passado. Rompemos o ciclo da falta de estradas, rompemos o ciclo da falta de políticas sociais, da falta escolas (…)”

Ao que José Alberto retrucou, interrompendo a fala de FD, “é mentira, mentiroso”!

Penso que a vida política e até pessoal de Flávio Dino nunca é a mesma ou não tem emoção se ele não tiver que falar, dar destaque, principalmente, para a ex-governadora Roseana Sarney. Se não rolar deboche e se não tiver que falar mal, para quê inaugurar obra ou até mesmo viver, não é, governador?

Em tempo

A obra foi iniciada em 2012 e foi inicialmente orçamentada em R$ 213 milhões. Seis anos após o início das obras acabou ficando em R$ 503 milhões. A primeira parte dos serviços que corresponde aos primeiros 19 km foi entregue no final do ano passado e, segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a obra completa deve ser finalizada em abril deste ano.

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?