DENÚNCIA: Moradora denuncia perigo de queda de poste na calçada de sua casa

A internauta M.Reis, moradora do bairro Jardim América, localizado na Cidade Operária denunciou a situação de um poste de iluminação pública que fica praticamente no terraço de sua casa, oferecendo risco à sua família e, até mesmo, para vizinhos próximos.

Em fotos que ela me enviou, pode-se realmente detectar que além do fato de ter um poste com eletricidade altíssima quase dentro de casa, o perigo de ele estar torto – quase caindo – é o que mais a assusta.

Se já não bastasse conviver com esse perigo todos os dias, a CEMAR – Companhia Energética do Maranhão – conhece o caso e após as inúmeras mentiras de remoção do poste de luz e de desculpas, cobrou o valor de R$ 2.700 para a retirada do mesmo. É mole?

– Já fui várias vezes na Cemar pedir para trocarem o poste de lugar, porque está torto e acabou com a minha calçada. Toda vez a Cemar me dá um prazo de 72 para informarem alguma coisa e nunca entraram em contato comigo.
Quero ajeitar a minha calçada e não posso. Até a rede de esgoto da minha casa está sendo prejudicada, fora o perigo de, a qualquer hora, esse poste cair. Uma falta de respeito isso – reclamou a dona da casa.

Proposta da Câmara dos Deputados

Em 2013, a Comissão de Desenvolvimento da Câmara dos Deputados, aprovou projeto de lei que determina que a instalação de postes de energia elétrica deverá ser feita nas divisas ds lotes, nas áreas urbanas (PL 5778/09).

De acordo com a proposta, postes que dificultem ou impeçam o acesso de pessoas ou veículos às habitações urbanas deverão ser remanejados, sem ônus para os proprietários. A autora do projeto, deputada Rose de Freitas, à época, explicou que algumas distribuidoras de energia elétrica cobram cerca de até R$ 15 mil para mudar os postes de lugar.

O deputador maranhense, Weverton Rocha (PDT) foi o relator do parecer da matéria e foi favorável à proposta.

Na oportunidade, Weverton declarou que “geralmente as concessionárias de energia se recusam de forma sistêmica a arcar com qualquer custo de recolocação de poste na frente de um imóvel, por isso esse projeto visa beneficiar esse morador”.

Ainda de acordo com o parlamentar, com o Projeto, “a concessionária não poderá colocar mais um poste na frente da sua casa ou da sua garagem, impedindo às vezes até você de colocar seu carro para dentro.”

 Em tempo

Nesta quinta-feira, 21, reportagem do Bom Dia Brasil (TV Globo), mostrou que São Luis figura entre as capitais com a fiação elétrica pública e conservação de postes mais caóticas do país.

A realidade vivida pela dona M.Reis no bairro Jardim América confirma essa triste realidade.

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?