Imagem do Dia: Cliente encontra rádio em recipiente de sopa no Supermercado Mateus da Cohama

A internauta por nome Flávia Trovão denunciou na noite desta segunda-feira, 27, em sua rede social, Facebook, a trágica surpresa encontrada dentro de um recipiente de alimento no Supermercado Mateus, no bairro da Cohama, quando a mesma se dirigiu à Praça de Alimentação do estabelecimento para fazer um lanche.

Segundo Flávia, ela e o esposo “resolvemos lanchar no Mateus, quando fomos nos servir da sopa no balcão, pegamos a concha p mexer e por mais absurdo q possa parecer, encontramos UM RÁDIO DE COMUNICAÇÃO dentro da sopa. E detalhe, como havia menos da metade da sopa servida na panela, COM CERTEZA muitas pessoas nessa mesma ocasião consumiram essa “SOPA DE RÁDIO”… Uma verdadeira falta de respeito com o consumidor. Um horror!!!” (sic)

Histórico / Casos

A rede de Supermercados Mateus no Maranhão tem um histórico bastante negativo em seus serviços e o que me indaga é como ainda consegue se manter como o maior grupo alimentício do Estado.

O grupo Mateus se autointitula como “mais que uma empresa. Somos um grupo de pessoas movidas pela mesma paixão”.

Eu, sinceramente, só queria saber que paixão de desrespeito é essa. Desrespeito a quem lhe sustenta, que sãos os seus clientes. Faltam com respeito, faltam muitas vezes com um atendimento que se preze. Falta essa paixão citada no lema da própria empresa “fazedora de milhões por dia”.

— Em Agosto desse ano, o grupo Mateus foi condenado a ressarcir e pagar por danos morais a um cliente que comprou computador defeituoso ;

— Ainda neste ano, outro cliente de São Luís, agredido física e verbalmente no estacionamento de uma das lojas do Mateus Supermercados, pelos seguranças de uma empresa terceirizada, ganhou direito a uma indenização de R$ 20 mil, por danos morais, pelo constrangimento que lhe foi causado. A decisão foi da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), que manteve a sentença de primeira instância.

— Até dente já foi encontrado em alimento vendido nesse supermercado. O caso aconteceu no município de Imperatriz, em 2012. Cliente se engasgou com dente que estava no alimento comprado no local.
Em decisão unânime, a 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) condenou o grupo Mateus Supermercados a pagar indenização no valor de R$ 3 mil, por danos morais.

— Já foram registrados, também, vários casos de carne podre / estragada, sendo vendida no grande estabelecimento. Em alguns deles, o próprio supermercado reconheceu a falha e chamou o acontecimento de “caso isolado”. É mole?

— Não obstante e sem passar muito tempo, casos como este voltam a acontecer quase que periodicamente. Alguns clientes chegam a afirmar que os ‘Mateus’ aproveitam as carnes das prateleiras, apenas renovando a embalagem e trocando o prazo de validade.

— Até casos de cliente sofrer constrangimento devido a sua orientação sexual dentro de uma das lojas do grupo, em Imperatriz, já aconteceu. A empresa foi condenada a pagar R$ 5 mil em danos. A decisão foi da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA).

No mais, esses são alguns poucos dos milhares de causos envolvendo a poderosa e intocável rede de supermercados do Maranhão.

Defesa de “poderosos” para esta tal empresa surgem dos cantos mais obscuros do estado e, quiçá, dos nossos “vizinhos”. Atendimento parcial, discriminatório, exclusivo e constrangedor, além de preços abusivos, alimentos passado da validade e afins, a clientela só encontra no Mateus Supermercado – você no coração da gente!

Enfim!

Veja no vídeo: Titi, filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso é chamada de “preta macaca horrível” ; Casal de atores denuncia

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank estiveram na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), nesta segunda-feira, às 11h, onde prestaram queixa contra a blogueira e socialite Day McCarthy.

A blogueira postou um vídeo com ofensas racistas contra a filha do casal, Titi, de 4 anos, que nasceu no Malawi (sul da África) e foi adotada em 2016 pelos atores. Essa é a segunda vez que o casal registra queixa por racismo sofrido pela filha. No mesmo ano em que a menina foi adotada, foi alvo, também, de comentários maldosos na internet.

Titi, filha do casal de atores foi chamada de “macaca horrível” por socialite

O ator Bruno Gagliasso foi à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), no Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira (27), para prestar queixa contra a blogueira e socialite Day Mcarthy, que publicou um vídeo com ofensas racistas contra a sua filha com a atriz Giovanna Ewbank.

Na semana passada a socialite Day McCarthy fez um vídeo em que chamava a filha do casal de atores de “macaca horrível” e dizia que seu cabelo era “de pico de palha” (…) “A menina é preta. Tem o cabelo horrível de pico de palha. Tem o nariz de preto horrível. E o povo fala que a menina é linda”, diz Day na gravação. Segundo a assessoria do ator, o casal irá entrar com processo judicial fora do Brasil, no Canadá, onde Day McCarthy mora.

Por conta do vídeo contra Titi, de 4 anos, muitas pessoas se manifestaram contra Day nas redes sociais. Giovanna publicou uma foto da filha afirmando que providências seriam tomadas: “Bom domingo com amor e a pureza de uma criança a todos que tem nos mandado mensagens sobre o acontecido, racismo é crime e já estamos tomando as devidas providências perante a lei.”

Mãe de Titi se pronunciou sobre o vídeo racista e disparou “tomando providências”

Bruno Gagliasso também se manifestou com uma frase de Angela Davis. “Numa sociedade racista, não basta não ser racista. É necessário ser antirracista.”

Titi, apelido de Chissomo, foi adotada por Gagliasso e Giovanna em 2016. A menina nasceu no Malawi, país no sul da África. Essa é a segunda vez que o casal registrou uma queixa por racismo. Em novembro de 2016, o ator foi à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) após a garota ser alvo de comentários maldosos na internet.

Em tempo

Ao que tudo indica, a “socialite” decidiu chamar a atenção ao alfinetar crianças. Este ano, ela foi cortada do Instagram ao publicar uma montagem comparando Rafa Justus, filha de Ticiane Pinheiro e Roberto Justus, ao boneco de terror Chuck. Em outro vídeo, ela continuava a agredir verbalmente a menina, dizendo que a garota teria uma doença, pois os pais tinham uma grande diferença de idade.

Veja o vídeo criminoso

Paço do Lumiar: Ministério Público pede a condenação do prefeito Domingos Dutra por improbidade administrativa

A ação judicial baseia-se no descumprimento pelo município de Paço do Lumiar de manter em pleno funcionamento o Portal da Transparência.

Para a promotora de justiça Gabriela Brandão da Costa Tavernard, a Prefeitura de Paço do Lumiar não vem cumprindo integralmente a Lei de Acesso à Informação e não possui Portal da Transparência adequado à exigência legal. “A criação, manutenção e atualização do Portal da Transparência não constitui mera formalidade a ser cumprida segundo o critério pessoal de cada gestor. Ao contrário, tal ferramenta é uma imposição da lei ao gestor público e implica na efetividade do controle social, a custo baixíssimo para a municipalidade”, explica.

A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Paço do Lumiar ingressou, no último dia 20, com uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito Domingos Francisco Dutra Filho. A ação baseia-se no descumprimento pelo município da obrigação de manter em pleno funcionamento o Portal da Transparência.

Ação

Em 27 de janeiro, o Ministério Público encaminhou Recomendação ao Município, para que fossem regularizadas diversas pendências no site, com prazo de 60 dias. Posteriormente, outras representações foram feitas à Promotoria. Em resposta, a Procuradoria do Município sustentava que não haveria prova ou fato que demonstrassem a inoperância do Portal da Transparência.

Uma avaliação feita pela Assessoria Técnica da Procuradoria Geral de Justiça, feita em 27 e 28 de abril de 2017, concluiu pela inadequação do site. Entre os problemas apontados estão a impossibilidade de acompanhar, em tempo real, a execução orçamentária e financeira da receita e despesa, falta de conteúdo nas seções Pessoal, Prestação de Contas, Licitações e Contratos e Convênios e Patrimônio.

Não constavam, ainda, informações sobre a estrutura organizacional do Município, endereços, telefones e horários de atendimento das diversas unidades, dados para acompanhamento de programas, ações, projetos e obras, além de ferramentas que garantissem o acesso de pessoas com deficiência, entre outras.

Para a promotora de justiça Gabriela Brandão da Costa Tavernard, a Prefeitura de Paço do Lumiar não vem cumprindo integralmente a Lei de Acesso à Informação e não possui Portal da Transparência adequado à exigência legal. “A criação, manutenção e atualização do Portal da Transparência não constitui mera formalidade a ser cumprida segundo o critério pessoal de cada gestor. Ao contrário, tal ferramenta é uma imposição da lei ao gestor público e implica na efetividade do controle social, a custo baixíssimo para a municipalidade”, explica.

Na ação, o Ministério Público do Maranhão pede a condenação de Domingos Dutra por improbidade administrativa, estando sujeito à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa de até 100 vezes o valor de sua remuneração como prefeito e à proibição de contratar ou receber benefícios do Poder Público pelo prazo de três anos.

Foi pedida, ainda, a condenação do prefeito de Paço do Lumiar ao pagamento de danos morais difusos no valor de R$ 50 mil.

Prefeitura de São José de Ribamar reconstrói Complexo de Referência da Pessoa com Deficiência

Em um único espaço, são atendidas mais de 230 crianças e adolescentes, além de 100 atendimentos diários à comunidade em geral

Todos os dias ao longo de mais de onze anos, a rotina de dona Maria José, mãe do jovem Mateus Paixão Teixeira, de 17 anos, tem sido cuidar exclusivamente do filho. Dedicada, ela conta que ele, logo nos primeiros dias de vida, foi diagnosticado com Retardo Mental. Desde então, dona Maria busca acompanhamento especial além de educação. “Mateus foi acolhido no Complexo de Referência da Pessoa com Deficiência desde os seis anos de idade e aqui ele recebe todos os tratamentos que precisa além da alfabetização estimulada”, explicou.

Uma realidade que alcança hoje outras 232 crianças, adolescentes e adultos, que recebem atendimento no Complexo de Referência da Pessoa com Deficiência que compreende o Centro de Reabilitação Integral que oferece atendimento multidisciplinar e Escola Maria Amélia Bastos, voltada para oferta de educação infantil, ensino fundamental além de Educação de Jovens e Adultos, o EJA.

O complexo, que ganhou na última quarta-feira (22) novas instalações e equipamentos, entre eles, um Gabinete Odontológico, atende ainda diariamente outras 160 pessoas da comunidade. Prestação de serviços, que de acordo com o prefeito Luis Fernando, vem fazendo a diferença na vida de famílias inteiras.

– A reconstrução do Centro, além de trazer conforto, estrutura e qualidade para o atendimento humanizado das crianças e adultos que buscam e precisam dos serviços, também devolve a dignidade e o respeito que cada uma dessas pessoas merece – frisou o prefeito.

Centro de Reabilitação Integral

Além de Terapeuta Ocupacional, a equipe multidisciplinar do Centro de Reabilitação Integral conta ainda com profissionais das áreas de fonoaudiologia, fisioterapeutas, assistentes sociais, psicólogos e agora dentistas, especialidade recentemente incorporada a equipe.

A diretora da casa, Gleice Maria Pereira, explica que apesar de desafiador, o resultado do trabalho por menor que seja, significa avanços significativos não apenas no atendimento, mais à história de cada criança chega ao Centro.

– Tratamos cada um de forma única e humanizada. Desde o primeiro contato até o início do tratamento, trabalhamos conjuntamente, escola, centro e toda rede municipal de atendimento, para que esse paciente receba os cuidados necessários para o desenvolvimento do seu tratamento – detalhou a diretora.

É o caso de Kerolyne Morais de 18 anos. Pouco a pouco, a sorridente e divertida jovem vem vencendo a Síndrome de Down. Três vezes por semana, Kerolyne frequenta as aulas na escola Amélia Bastos e os demais divide no atendimento multidisciplinar e conta que ainda tem tempo de praticar aulas de zumba, que segundo ela é sua paixão.

– Eu gosto muito daqui, todo mundo é muito legal comigo. Eu escrevo, brinco, mas o que eu gosto mesmo, é de fazer minha aula de zumba – falou empolgada a jovem menina. Com a nova readequação e ampliação do Complexo de Referência da Pessoa com Deficiência, o Centro de Reabilitação ganhou novas salas de atendimento, incluindo atendimento odontológico e novos equipamentos.

Escola Amélia Bastos

Já escola Amélia Bastos que atende crianças a partir de três anos de idade, também recebeu atenção especial. O local que já atende cerca de 232 pessoas agora passa a contar com novas salas para o desenvolvimento de atividades de estimulação.Além de refeitório, biblioteca, brinquedoteca, o espaço também conta com salas de recurso, Libras, Braile e sala especial para Cegos. Os alunos também contam com atividades nas áreas de Psicomotricidade, Psicopedagogia, Arte Terapia, e Música.

Ofertas que vem fazendo a diferença na vida da pequena e apaixonante Linann da Costa Pereira de 8 anos. Apesar da paralisia cerebral, a falante e extrovertida menina, consegue falar com clareza de suas preferências quando assiste TV. “Eu gosto de assistir TV, porque acho os atores bonitos e sou apaixonada por eles”, disse sorridente Linnan sob o olhar atento da diretora da escola externou sua alegria pelos resultados obtidos com o trabalho desenvolvido com alunos.

– O sentimento é de alegria. Perceber o avanço das crianças a exemplo da Linnan é gratificante e estimula ainda mais toda a equipe a buscar cada vez mais trabalhar pelos resultados, que até podem demorar, mas virão – garante a gestora.

É MENTIRA! Assassino da menina Alanna Ludmilla segue preso e isolado em Pedrinhas, segundo a Polícia

Na última sexta-feira (24), notícias não oficiais começaram a circular nos grupos de Whats App, as quais davam conta de que o estuprador e assassino confesso da menina Alanna Ludmilla, de 10 anos, encontrada morta no quintal de casa no dia 3 de Novembro, teria sido assassinado na cela, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. As informações foram negadas hoje, 27, pela Delegada do Departamento de Feminicídio, Viviane Azambuja. De acordo com Viviane, o criminoso Robert Serejo, segue preso e isolado em Pedrinhas.

Os rumores de que o estuprador e assassino da menina de dez anos teria sido encontrado morto em Pedrinhas foram desmentidos pela Polícia

Leia mais

– – A cena cruel que revelou o assassinato da pequena Alanna Ludmila 

– – Vídeo coletiva: “No IML foi detectado que antes de ser morta, Alanna havia sido violentada sexualmente”, afirmou delegada 

Em tempo

Robert Serejo, ex-padrasto da menina, assumiu a autoria do crime, em depoimento à Polícia no dia 4 de Novembro. Um dia depois de Alanna Ludmilla ser encontrada morta no quintal de sua casa. O assassino ainda afirmou que se dirigiu à casa da vítima já intencionado em matar a criança.

O caso chocou, comoveu e estarreceu toda a população maranhense diante de tanta crueldade e frieza do assassino.