Incompetente: Prefeitura de Pinheiro está impedida de celebrar convênios com entes federais, segundo o TCE

Os municípios maranhenses ainda não atingiram um patamar de atualização permanente de seus portais da transparência, exigência legal controlada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA). A quinta avaliação realizada pelo órgão desde que a fiscalização trimestral teve início, em setembro de 2016, confirma a permanência de uma oscilação preocupante, pelos prejuízos que podem acarretar à população.

Prefeitura de Pinheiro é só mais uma das dezenas que está irregular junto ao TCE, causando grandes prejuízos ao município

Lei Complementar nº 131/09 estabelece obrigatoriedade a todos os entes federativos da divulgação, em tempo real, de informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira, em meios eletrônicos de acesso público, determinando, ainda, a adoção de sistema integrado de administração financeira e controle. O Decreto nº 7.185/2010 regulamenta esse sistema, definindo o padrão mínimo de qualidade. Compete aos tribunais de contas a fiscalização dessa exigência legal.

No âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, a fiscalização do Portal da Transparência tem sido realizada durante o acompanhamento da gestão fiscal e na análise das contas anuais de governo.

A avaliação realizada em outubro passado contou com a inclusão de dois novos critérios. Para que o portal seja considerado regular, o município precisa contar agora com instrumentos de Transparência que garantam ampla divulgação, inclusive por meio eletrônico, das peças orçamentárias e relatórios da Lei de Responsabilidade Fiscal (art. 48).

O município de Pinheiro, na administração do prefeito Luciano Genésio, é um dos irregulares junto ao TCE-MA e, com isso, “os municípios que não estiverem em dia com seus portais da transparência ficam impedidos também de celebrar convênios com entes federais”, alertou o secretário de Controle Externo, Bruno Almeida.

Prefeito de Pinheiro – Luciano Genésio

Segundo ele, o TCE tem mantido contato permanente com as áreas das prefeituras responsáveis pela atualização dos portais, visando evitar que grandes parcelas da população do estado sejam penalizadas por conta da falta de transparência das administrações.

Além disso, é necessário que haja compatibilidade das informações prestadas, ou seja, os dados disponibilizados no Portal da Transparência serão checados por meio do cruzamento de dados com aqueles apresentados nos relatórios resumidos da execução orçamentária e gestão fiscal, no período correspondente.

Paço do Lumiar

Não foi à toa que o Ministério Público do Maranhão pediu a condenação do prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra, por improbidade administrativa.

A ação baseou-se no descumprimento pelo município de Paço do Lumiar de manter em pleno funcionamento o Portal da Transparência.

– Paço do Lumiar: Ministério Público pede a condenação do prefeito Domingos Dutra por improbidade administrativa

A avaliação realizada em outubro passado contou com a inclusão de dois novos critérios. Para que o portal seja considerado regular, o município precisa contar agora com instrumentos de Transparência que garantam ampla divulgação, inclusive por meio eletrônico, das peças orçamentárias e relatórios da Lei de Responsabilidade Fiscal (art. 48).

Além disso, é necessário que haja compatibilidade das informações prestadas, ou seja, os dados disponibilizados no Portal da Transparência serão checados por meio do cruzamento de dados com aqueles apresentados nos relatórios resumidos da execução orçamentária e gestão fiscal, no período correspondente.

Em tempo

De acordo com o TCE, das 217 prefeituras, apenas 61 foram consideradas regulares, pois, atendiam aos critérios definidos pela pesquisa: existência do Portal da Transparência, adotam o nome padrão, disponibilizam a informação em tempo real e possuem padrão mínimo de qualidade.

São Luís: João Dória na capital maranhense nesta quinta-feira, 30

A gestão do ex-apresentador de Tv e atual prefeito da metrópole São Paulo tem se tornado referência em todo o país

O prefeito de São Paulo, João Dória Júnior, desembarca em São Luís amanhã, quinta-feira, 30, onde tem compromissos agendados.

Inicialmente, logo após a sua chegada, se deslocará à Tv Mirante, onde concederá entrevista. Logo após, um almoço com a classe empresarial e, em seguida, uma Palestra com estudantes e funcionários da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco (UNDB), no Hotel Pestana.

A iniciativa de trazê-lo a São Luís partiu da Associação Comercial do Maranhão (ACM), Associação dos Jovens Empresários do Maranhão (AJE-MA), Câmara dos Dirigentes Lojistas de São Luís (CDL), Federação das Associações Empresariais do Maranhão (Faem), Federação do Comércio do Maranhão (Fecomércio) e Federação das Industrias do Estado do Maranhão (Fiema).

Para a Associação Comercial do Maranhão, o convite para o prefeito vir a São Luís partiu no intuito de trazer à classe empresarial exemplos de boas práticas de gestão e alcance de resultados. “Somos uma entidade apartidária e entendemos que trazer o case do prefeito João Dória Júnior para São Luís é uma oportunidade de conhecer de perto a história de um empreendedor de sucesso com experiência nas áreas pública e privada. Esperamos que os empresários possam, através do exemplo, acreditar na mudança e se encorajarem a participar cada vez mais dela”, destacou o presidente da ACM

Convite do Senador Roberto Rocha

Em convite espalhado para a imprensa, correligionários políticos e sociedade em geral, o senador Roberto Rocha (PSDB), aproveitando a presença do colega de partido, está convidando a população maranhense para recepcionar o prefeito de São Paulo, João Dória. A recepção será neste mesmo dia 30, no escritório do Senador, localizado no Calhau, às 16h.

Sobre Dória

Empresário e filho de deputado federal cassado e empresário está governando a cidade de São Paulo desde Janeiro de 2017

Eleito no primeiro turno, em outubro passado, Dória fez como mote da campanha a imagem de que não é um político, mas um gestor, e montou uma equipe de governo formada em sua grande maioria por homens de confiança do governador de São Paulo e seu padrinho político, Geraldo Alckmin.

Há um ano, o novo prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), de 59 anos, “entrava na casa das pessoas” ao menos três dias por semana entrevistando personalidades como Luiza Possi, Kim Kataguiri e Emerson Fittipaldi em seu programa de TV “Face a Face”.

 Na sua própria trajetória sem “detalhes reveladores” estão dois anos como professor de marketing na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) na década de 80, “Chairman da Casa Cor”, a criação da fundação Ame Campos do Jordão e um shopping sazonal. Por 24 anos esteve à frente do programa Show Business onde fez mais de 5.000 entrevistas. Por um ano, de 2009 a 2010, “demitiu” pessoas no programa “Aprendiz”.

Mas sua grande marca está no Grupo Dória, grupo de Comunicação e Marketing composto por seis empresas: DoriaAdministração de Bens, Doria Editora, Doria Eventos, Doria Internacional, Doria Marketing & Imagem e LIDE (Grupo de Líderes Empresariais).

Foi no LIDE, que atualmente possui 1.650 empresas filiadas e que representam 52% do PIB privado brasileiro, que Doria se consolidou líder empresarial e articulador entre os empresários.

Também atuou como Publisher da Doria Editora que publica 18 revistas segmentadas voltadas para empresários e o público de classe A, entre elas: LIDE, Caviar LifeStyle, Gabriel, Meeting & Negócios, Mulheres líderes e Oscar.

Candidato à prefeitura da cidade de São Paulo, pelo PSDB, foi eleito no dia 2 de outubro de 2016, com 53,29% dos votos, tornando-se o primeiro candidato a vencer no primeiro turno em São Paulo, desde 1992. João Doria tem como vice o deputado federal Bruno Covas.

Em interceptação da Polícia Federal, Ivaldo Rodrigues é um dos “fuxiqueiros” investigados na Operação Sermão dos Peixes

Por isso que já prevê o ditado, “quanto mais se mexe em problema, mais ele fede”. Dei uma alterada no dito para não baixar tanto a escrita. (risos)

Mas, enfim, continuando …

Essa tal de Operação Pegadores da Polícia Federal, que é um desdobramento da Op. Sermão aos Peixes, está ‘revelando’ participantes que muita gente nem imaginava e, para os tais, nunca nem sonharam.

Um dos nomes mais novos na lista da PF, após interceptação telefônica, é a do Secretário Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (SEMAPA) de São Luís, Ivaldo Rodrigues (PDT), aquele da Feirinha da Praia Grande. Em um dos grampos capturados e divulgados pela PF, o nome de Ivaldo aparece relacionado à Operação Pegadores e, ainda, o de Péricles Silva Filho, sócio do Instituto ICN, além de, é claro, o nome da chamada líder da quadrilha criminosa de propina, Rosângela Curado. No áudio, os 3 conversam sobre nomeações no Hospital da Vila Luizão.

Partes das conversas revelam como rolam os esquemas de emprego por apadrinhamento político, ou por troca de apoio / voto, ou débito de campanha.

Prova disso é quando o vereador licenciado e atual secretário Ivaldo Rodrigues reivindica vagas que foram preenchidas na Unidade de Pronto Antedimento – UPA – da Vila Luizão, sem o seu consentimento e indicação.

É importante frisar que o bairro da Vila Luizão é um dos redutos políticos do secretário citado. Ou seja, o mesmo se acha dono do bairro e da UPA instalada ali. Mais um “ou seja” – com uma Unidade de Saúde no reduto do secretário da Feirinha, o que mais ele deve ter ali é débito e promessa de emprego de época de campanha. Não foi à toa o tal do “fuxico” nas ligações reveladas acima.

Rosângela e Ivaldo são do mesmo Partido PDT!

Trecho da conversa

Rosângela Curado: “Péricles, me dá uma informação (…) Na Vila Luizão, por um acaso, foi colocado alguém? Vocês colocaram alguém sem autorização lá da gente da Rede”?

Péricles: “Ninguém, ninguém”

Rosângela: “Rapaz, esse pessoal é muito fuxico,  gente” 

(…)

Rosângela: “O vereador Ivaldo, daqui de São Luís, me telefonou agora e me disse uma porção de coisas aqui”

Rosângela: “(…) pro vereador Ivaldo (Péricles ligar para Ivaldo). É que ele é partidário nosso … dizendo que foram colocadas sete pessoas. Eu disse, eu vou pedir pra alguém da ICN lhe ligar, para lhe mostrar como não foi colocado ninguém”

Péricles: “Esses vereadores chegam lá e ficam, mandam, não tem nada a ver”   

Rosângela: “Olha Ivaldo, eu tô com seu Péricles que é um dos donos da ICN … ele tá dizendo que não foi colocado absolutamente ninguém em unidade nenhuma”

Ivaldo Rodrigues: “Doutora, então ligue pra Ricardo, quem me ligou, inclusive, foi Ricardo”

Rosângela: “Oh, esse fuxico é que atrasa” (…)

Ainda segundo o relatório da Polícia Federal “num primeiro momento, apesar da afronta aos princípios da impessoalidade e da caracterização de atos de improbidade, não se vislumbrou a prática de ilícitos penais”. 

Mas, mesmo diante disso, a polícia não descarta um “grande esquema de desvio de verbas públicas, por meio de pagamentos extras, naquilo que os próprios investigados denominam de Folha Complementar“. 

Lembrando que a conversa referida foi realizada no dia 21 de Maio de 2015, na Operação Sermão dos Peixes – Desvio de Dinheiro Público. 

Deputado Júnior Verde acompanha entrega de asfalto e vistoria obras em São Francisco do Brejão

O deputado estadual Júnior Verde (PRB) foi recebido junto com o governador Flávio Dino, pelo prefeito de São Francisco do Brejão, Adão Carneiro. A visita ao município se deu a fim de entregar diversas ruas asfaltadas por meio do programa Mais Asfalto, além de vistoriar novas intervenções no município, como a Escola Diga que está em fase construção.

– Não se vê mais poeira como antes. A loja ficou mais bonita e o movimento de clientes já até aumentou. O asfalto só nos trouxe melhorias e qualidade de vida – agradeceu a comerciante Vanete Pereira.

Além de entregar quilômetros de asfalto, foram assinados convênios para a construção de duas praças. A comitiva vistoriou ainda as obras da Escola Digna, que tem seis salas de aula e está garantindo emprego para dezenas de pessoas. “Sempre buscamos junto ao Governo do Estado investimentos em São Francisco do Brejão, um município que precisa da atenção do poder público, e que tem recebido obras importantes para o desenvolvimento econômico e social de toda a região”, destacou Júnior Verde.

Participaram da comitiva secretários de Estado, secretários municipais, deputados estaduais e empresários. O prefeito Adão Carneiro destacou a quantidade de obras realizadas no município. “Num momento de crise como esse, com esse apoio a gente tem um grande canteiro de obras na cidade, o que é muito bom”, avaliou. Os investimentos chegam a R$ 5 milhões de reais.

As informações são da ASCOM/JúniorVerde

Saiba quais são as piores faculdades do Maranhão, segundo avaliação do MEC

Foram 31 instituições de ensino avaliadas no Maranhão. A pesquisa foi divulgada ontem, 27 e leva em conta o Índice Geral de Curso.

 

Foi divulgado ontem, segunda-feira, 27, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), o ciclo de avaliação do ensino superior brasileiro referente ao ano de 2016. Ao todo, foram 2.132 instituições de ensino avaliadas. Deste total, 307 são consideradas insatisfatórias pelo MEC. O Maranhão possui 4 faculdades na lista das piores instituições, das 31 avaliadas no estado.

Entre as Instituições de Ensino Superior REPROVADAS, estão:

Faculdade Maurício de Nassau – ensino reprovado pelo MEC

Nota 2 (insatisfatória)

Faculdade do Estado do Maranhão (FACEM)
Faculdade Maranhense São José dos Cocais (FSJ)
Instituto Maranhense de Ensino e Cultura (IMEC)
Faculdade Maurício de Nassau

Para estabelecer o ranking, é levado em consideração o IGC, Índice Geral de Cursos, que vai de 1 a 5. São consideradas insuficientes as instituições que possuem nota menor que 3. Estas podem receber punições, como a proibição de abertura de vestibulares até que se tomem providências para a melhora da nota.

Confira, agora, a lista de instituições maranhenses APROVADAS pelo MEC:

Nota 4

Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
Instituto de Ensino Superior Franciscano (IESF)
Faculdade Brasileira de Estudos Avançados (FABEA)

Nota 3

A Faculdade Estácio, em São Luís, está como uma das Aprovadas pelo MEC. Nota 3!

Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA)
Universidade Ceuma
Faculdade Santa Teresinha (CEST)
Faculdade Pitágoras de São Luís
Faculdade de Educação São Francisco (FAESF)
Faculdade Estácio
Faculdade Santa Fé (CESSF)
Faculdade de Imperatriz (FACIMP)
Faculdade Pitágoras de Imperatriz
Unidade de Ensino Superior Dom Bosco (UNDB)
Faculdade do Vale do Itapecuru (FAI)
Instituto de Estudos Superiores do Maranhão (IESMA)
Faculdade do Maranhão (FACAM-MA)
Faculdade Evangélica do Meio Norte (FAEME)
Faculdade de Educação Santa Terezinha (FEST)
Instituto de Ensino Superior do Sul do Maranhão (IESMA)
Faculdade do Baixo Paraníba (FAP)
Instituto de Ensino Superior Múltiplo (IESM)
Faculdade de Educação de Bacabal (FEBAC)
Instituto Florense de Ensino Superior (IFES)
Faculdade de Balsas (UNIBALSAS)
Faculdade Laboro

Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão (FACEMA)

Avaliação anterior

Em 2015, o número de faculdades consideradas insatisfatórias era menor: IMEC, FEBAC e FSJ possuíam nota 3. No ciclo de avaliação do ensino superior brasileiro do ano passado, a Faculdade Maranhense São José dos Cocais subiu um ponto na avaliação, enquanto FACEM e Maurício de Nassau caíram no conceito do MEC. Já a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), que possuía nota 3, subiu um ponto.

Método

O cálculo do IGC é feito todos os anos e leva em conta o Conceito Preliminar de Curso (CPC) do último triênio. O índice é calculado no ano seguinte à realização do Enade. Também são levados em conta, no IGC, outros conceitos de avaliação de programas de pós graduação stricto sensu e a distribuição dos estudantes entre os níveis de ensino.

Foram avaliados, no ano de 2016, as áreas de Saúde e Ciências Agrárias (licenciaturas e bacharelados) e Ambiente e Saúde, Produção Alimentícia, Recursos Naturais, Militar e Segurança (eixo tecnológico). O resultado da pesquisa está disponível na íntegra no site do Ministério da Educação.

PROPINEIRA: Ex-presa Rosângela Curado cobrava propina na Secretaria de Saúde, aponta Polícia Federal

Interceptações telefônicas obtidas pela Polícia Federal com autorização da Justiça, mostram que Rosângela Curado chegava a cobrar a até 10% do valor de contratos firmados por empresas. 

É como sempre ouço o Bispo da minha igreja pregar, “aquilo que eu penso que domino, uma hora se vira contra mim. Não há nada encoberto que não venha a ser revelado”.

Rosângela Curado quando esteve presa por decisão da Justiça

De O Imirante

Relatório da Polícia Federal (PF) encaminhado à Justiça com pedido de prisão dos investigados na Operação Pegadores, aponta cobrança de propina na estrutura da Secretaria de Estado da Saúde (SES), por Rosângela Curado (PDT).

Interceptações telefônicas que tiveram como alvo proprietários de empresas, gestores de institutos prestadores de serviços e até funcionários da Saúde, sugerem que Curado chegava a cobrar até 10%, do valor dos contratos. É o que mostra um diálogo interceptado pela polícia entre José Inácio Guará e um homem identificado como Joe.

No diálogo eles comentavam as articulações políticas do Palácio dos Leões na cidade de Imperatriz, quando referem-se à atuação de Curado.

“No instante que ele [Flávio] deu uma declaração de que fechou com Madeira a candidatura de [Clayton] Noleto, que ela que ia ser a candidata, eu acho que ela começou a enfraquecer, né? [sic]”, comentou Joe.

José Inácio Guará respondeu: “Ela está tomando 10% de todo mundo. Aí ela já se queimou, já”, disse e completou: “Já, ela foi tomando de… já foi pra São Paulo, arrumou duas empresas lá já. Já saíram em bloco. Ela tá tirando 10% de todo mundo. Tá tomando dinheiro de quem quer acertar atrasado, tá um inferno”, completou.

No diálogo, Guará afirma que o governador Flávio Dino (PCdoB) sabia dos crimes cometidos por Curado.

E Flávio Dino já sabe. Por isso ele fechou com ele. Eu já sabia que ela ia dançar, que já tinha dançado”, afirmou.

“É cara…”, reagiu Joe.

“Sabe, ele ainda falou: ‘essa mulher é uma louca, essa mulher é uma louca’, não sei o que. Ela se queimou, ela era candidata”, disse

‘Ajeitar’ – No relatório, a PF afirma que poderia cogitar que Guará estava apenas maldizendo uma servidora pública – na ocasião, subsecretária de Saúde do Maranhão -, sem que houvesse maiores elementos que pudessem comprovar a prática.

Ocorre que num diálogo entre a pedetista e Luiz Marques, Curado utiliza as expressões “ajudar” e “ajeitar”, que
evidenciariam a cobrança de propina.

“Quem me ligou agora foi o Ricardo, viu”, disse Luiz Marques.

“É um vagabundo. Não quer ajudar ninguém”, respondeu Curado.

“Arrochei hoje o prego. Aí eu falei. Perguntou quando é que eu vou pra lá, eu falei dia 19. Só lá, perto do começo do mês que vem, aí ele disse que antes disso ele vinha aqui. Aí eu sei que a Corpore tá com frescura com ele, o Invisa também, entende?”, continuou Luiz Marques.

“Deixa, ele não quer ajeitar”, enfatizou Rosângela.

A Polícia Federal também apresentou planilhas com pagamentos efetuados por empresas prestadoras de serviços à sua conta.

A DV Informática, por exemplo, efetuou pagamento da ordem de R$ 20 mil à então subsecretária. Na mesma data, a DV Informática havia recebido R$ 50 mil da R.D. Tecnologia Ltda, que mantinha contrato direto com a SES.

“A triangulação para o pagamento da vantagem indevida resta ainda mais evidenciada quando verificamos que no dia anterior ao pagamento da propina, a empresa RD Tecnologia Ltda foi beneficiada com pagamento de R$ 1.276.500,00. No mesmo dia, Karina Mônica Braga Aguiar, operadora da empresa Bem Viver e daquelas que circundam essa OCIP, incluída a RD Tecnologia, também foi beneficiada com recebimento de R$ 5 mil”, destacou o relatório da PF.

Dentre os sócios da DV Informática, estão Ayala Souza Matioli e Celsenio de Sousa Araújo, este último, assessor de
Programas Especiais da Subsecretaria de Saúde.

Imagem do Dia: Cliente encontra rádio em recipiente de sopa no Supermercado Mateus da Cohama

A internauta por nome Flávia Trovão denunciou na noite desta segunda-feira, 27, em sua rede social, Facebook, a trágica surpresa encontrada dentro de um recipiente de alimento no Supermercado Mateus, no bairro da Cohama, quando a mesma se dirigiu à Praça de Alimentação do estabelecimento para fazer um lanche.

Segundo Flávia, ela e o esposo “resolvemos lanchar no Mateus, quando fomos nos servir da sopa no balcão, pegamos a concha p mexer e por mais absurdo q possa parecer, encontramos UM RÁDIO DE COMUNICAÇÃO dentro da sopa. E detalhe, como havia menos da metade da sopa servida na panela, COM CERTEZA muitas pessoas nessa mesma ocasião consumiram essa “SOPA DE RÁDIO”… Uma verdadeira falta de respeito com o consumidor. Um horror!!!” (sic)

Histórico / Casos

A rede de Supermercados Mateus no Maranhão tem um histórico bastante negativo em seus serviços e o que me indaga é como ainda consegue se manter como o maior grupo alimentício do Estado.

O grupo Mateus se autointitula como “mais que uma empresa. Somos um grupo de pessoas movidas pela mesma paixão”.

Eu, sinceramente, só queria saber que paixão de desrespeito é essa. Desrespeito a quem lhe sustenta, que sãos os seus clientes. Faltam com respeito, faltam muitas vezes com um atendimento que se preze. Falta essa paixão citada no lema da própria empresa “fazedora de milhões por dia”.

— Em Agosto desse ano, o grupo Mateus foi condenado a ressarcir e pagar por danos morais a um cliente que comprou computador defeituoso ;

— Ainda neste ano, outro cliente de São Luís, agredido física e verbalmente no estacionamento de uma das lojas do Mateus Supermercados, pelos seguranças de uma empresa terceirizada, ganhou direito a uma indenização de R$ 20 mil, por danos morais, pelo constrangimento que lhe foi causado. A decisão foi da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), que manteve a sentença de primeira instância.

— Até dente já foi encontrado em alimento vendido nesse supermercado. O caso aconteceu no município de Imperatriz, em 2012. Cliente se engasgou com dente que estava no alimento comprado no local.
Em decisão unânime, a 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) condenou o grupo Mateus Supermercados a pagar indenização no valor de R$ 3 mil, por danos morais.

— Já foram registrados, também, vários casos de carne podre / estragada, sendo vendida no grande estabelecimento. Em alguns deles, o próprio supermercado reconheceu a falha e chamou o acontecimento de “caso isolado”. É mole?

— Não obstante e sem passar muito tempo, casos como este voltam a acontecer quase que periodicamente. Alguns clientes chegam a afirmar que os ‘Mateus’ aproveitam as carnes das prateleiras, apenas renovando a embalagem e trocando o prazo de validade.

— Até casos de cliente sofrer constrangimento devido a sua orientação sexual dentro de uma das lojas do grupo, em Imperatriz, já aconteceu. A empresa foi condenada a pagar R$ 5 mil em danos. A decisão foi da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA).

No mais, esses são alguns poucos dos milhares de causos envolvendo a poderosa e intocável rede de supermercados do Maranhão.

Defesa de “poderosos” para esta tal empresa surgem dos cantos mais obscuros do estado e, quiçá, dos nossos “vizinhos”. Atendimento parcial, discriminatório, exclusivo e constrangedor, além de preços abusivos, alimentos passado da validade e afins, a clientela só encontra no Mateus Supermercado – você no coração da gente!

Enfim!

Veja no vídeo: Titi, filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso é chamada de “preta macaca horrível” ; Casal de atores denuncia

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank estiveram na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), nesta segunda-feira, às 11h, onde prestaram queixa contra a blogueira e socialite Day McCarthy.

A blogueira postou um vídeo com ofensas racistas contra a filha do casal, Titi, de 4 anos, que nasceu no Malawi (sul da África) e foi adotada em 2016 pelos atores. Essa é a segunda vez que o casal registra queixa por racismo sofrido pela filha. No mesmo ano em que a menina foi adotada, foi alvo, também, de comentários maldosos na internet.

Titi, filha do casal de atores foi chamada de “macaca horrível” por socialite

O ator Bruno Gagliasso foi à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), no Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira (27), para prestar queixa contra a blogueira e socialite Day Mcarthy, que publicou um vídeo com ofensas racistas contra a sua filha com a atriz Giovanna Ewbank.

Na semana passada a socialite Day McCarthy fez um vídeo em que chamava a filha do casal de atores de “macaca horrível” e dizia que seu cabelo era “de pico de palha” (…) “A menina é preta. Tem o cabelo horrível de pico de palha. Tem o nariz de preto horrível. E o povo fala que a menina é linda”, diz Day na gravação. Segundo a assessoria do ator, o casal irá entrar com processo judicial fora do Brasil, no Canadá, onde Day McCarthy mora.

Por conta do vídeo contra Titi, de 4 anos, muitas pessoas se manifestaram contra Day nas redes sociais. Giovanna publicou uma foto da filha afirmando que providências seriam tomadas: “Bom domingo com amor e a pureza de uma criança a todos que tem nos mandado mensagens sobre o acontecido, racismo é crime e já estamos tomando as devidas providências perante a lei.”

Mãe de Titi se pronunciou sobre o vídeo racista e disparou “tomando providências”

Bruno Gagliasso também se manifestou com uma frase de Angela Davis. “Numa sociedade racista, não basta não ser racista. É necessário ser antirracista.”

Titi, apelido de Chissomo, foi adotada por Gagliasso e Giovanna em 2016. A menina nasceu no Malawi, país no sul da África. Essa é a segunda vez que o casal registrou uma queixa por racismo. Em novembro de 2016, o ator foi à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) após a garota ser alvo de comentários maldosos na internet.

Em tempo

Ao que tudo indica, a “socialite” decidiu chamar a atenção ao alfinetar crianças. Este ano, ela foi cortada do Instagram ao publicar uma montagem comparando Rafa Justus, filha de Ticiane Pinheiro e Roberto Justus, ao boneco de terror Chuck. Em outro vídeo, ela continuava a agredir verbalmente a menina, dizendo que a garota teria uma doença, pois os pais tinham uma grande diferença de idade.

Veja o vídeo criminoso

Paço do Lumiar: Ministério Público pede a condenação do prefeito Domingos Dutra por improbidade administrativa

A ação judicial baseia-se no descumprimento pelo município de Paço do Lumiar de manter em pleno funcionamento o Portal da Transparência.

Para a promotora de justiça Gabriela Brandão da Costa Tavernard, a Prefeitura de Paço do Lumiar não vem cumprindo integralmente a Lei de Acesso à Informação e não possui Portal da Transparência adequado à exigência legal. “A criação, manutenção e atualização do Portal da Transparência não constitui mera formalidade a ser cumprida segundo o critério pessoal de cada gestor. Ao contrário, tal ferramenta é uma imposição da lei ao gestor público e implica na efetividade do controle social, a custo baixíssimo para a municipalidade”, explica.

A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Paço do Lumiar ingressou, no último dia 20, com uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito Domingos Francisco Dutra Filho. A ação baseia-se no descumprimento pelo município da obrigação de manter em pleno funcionamento o Portal da Transparência.

Ação

Em 27 de janeiro, o Ministério Público encaminhou Recomendação ao Município, para que fossem regularizadas diversas pendências no site, com prazo de 60 dias. Posteriormente, outras representações foram feitas à Promotoria. Em resposta, a Procuradoria do Município sustentava que não haveria prova ou fato que demonstrassem a inoperância do Portal da Transparência.

Uma avaliação feita pela Assessoria Técnica da Procuradoria Geral de Justiça, feita em 27 e 28 de abril de 2017, concluiu pela inadequação do site. Entre os problemas apontados estão a impossibilidade de acompanhar, em tempo real, a execução orçamentária e financeira da receita e despesa, falta de conteúdo nas seções Pessoal, Prestação de Contas, Licitações e Contratos e Convênios e Patrimônio.

Não constavam, ainda, informações sobre a estrutura organizacional do Município, endereços, telefones e horários de atendimento das diversas unidades, dados para acompanhamento de programas, ações, projetos e obras, além de ferramentas que garantissem o acesso de pessoas com deficiência, entre outras.

Para a promotora de justiça Gabriela Brandão da Costa Tavernard, a Prefeitura de Paço do Lumiar não vem cumprindo integralmente a Lei de Acesso à Informação e não possui Portal da Transparência adequado à exigência legal. “A criação, manutenção e atualização do Portal da Transparência não constitui mera formalidade a ser cumprida segundo o critério pessoal de cada gestor. Ao contrário, tal ferramenta é uma imposição da lei ao gestor público e implica na efetividade do controle social, a custo baixíssimo para a municipalidade”, explica.

Na ação, o Ministério Público do Maranhão pede a condenação de Domingos Dutra por improbidade administrativa, estando sujeito à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa de até 100 vezes o valor de sua remuneração como prefeito e à proibição de contratar ou receber benefícios do Poder Público pelo prazo de três anos.

Foi pedida, ainda, a condenação do prefeito de Paço do Lumiar ao pagamento de danos morais difusos no valor de R$ 50 mil.

Prefeitura de São José de Ribamar reconstrói Complexo de Referência da Pessoa com Deficiência

Em um único espaço, são atendidas mais de 230 crianças e adolescentes, além de 100 atendimentos diários à comunidade em geral

Todos os dias ao longo de mais de onze anos, a rotina de dona Maria José, mãe do jovem Mateus Paixão Teixeira, de 17 anos, tem sido cuidar exclusivamente do filho. Dedicada, ela conta que ele, logo nos primeiros dias de vida, foi diagnosticado com Retardo Mental. Desde então, dona Maria busca acompanhamento especial além de educação. “Mateus foi acolhido no Complexo de Referência da Pessoa com Deficiência desde os seis anos de idade e aqui ele recebe todos os tratamentos que precisa além da alfabetização estimulada”, explicou.

Uma realidade que alcança hoje outras 232 crianças, adolescentes e adultos, que recebem atendimento no Complexo de Referência da Pessoa com Deficiência que compreende o Centro de Reabilitação Integral que oferece atendimento multidisciplinar e Escola Maria Amélia Bastos, voltada para oferta de educação infantil, ensino fundamental além de Educação de Jovens e Adultos, o EJA.

O complexo, que ganhou na última quarta-feira (22) novas instalações e equipamentos, entre eles, um Gabinete Odontológico, atende ainda diariamente outras 160 pessoas da comunidade. Prestação de serviços, que de acordo com o prefeito Luis Fernando, vem fazendo a diferença na vida de famílias inteiras.

– A reconstrução do Centro, além de trazer conforto, estrutura e qualidade para o atendimento humanizado das crianças e adultos que buscam e precisam dos serviços, também devolve a dignidade e o respeito que cada uma dessas pessoas merece – frisou o prefeito.

Centro de Reabilitação Integral

Além de Terapeuta Ocupacional, a equipe multidisciplinar do Centro de Reabilitação Integral conta ainda com profissionais das áreas de fonoaudiologia, fisioterapeutas, assistentes sociais, psicólogos e agora dentistas, especialidade recentemente incorporada a equipe.

A diretora da casa, Gleice Maria Pereira, explica que apesar de desafiador, o resultado do trabalho por menor que seja, significa avanços significativos não apenas no atendimento, mais à história de cada criança chega ao Centro.

– Tratamos cada um de forma única e humanizada. Desde o primeiro contato até o início do tratamento, trabalhamos conjuntamente, escola, centro e toda rede municipal de atendimento, para que esse paciente receba os cuidados necessários para o desenvolvimento do seu tratamento – detalhou a diretora.

É o caso de Kerolyne Morais de 18 anos. Pouco a pouco, a sorridente e divertida jovem vem vencendo a Síndrome de Down. Três vezes por semana, Kerolyne frequenta as aulas na escola Amélia Bastos e os demais divide no atendimento multidisciplinar e conta que ainda tem tempo de praticar aulas de zumba, que segundo ela é sua paixão.

– Eu gosto muito daqui, todo mundo é muito legal comigo. Eu escrevo, brinco, mas o que eu gosto mesmo, é de fazer minha aula de zumba – falou empolgada a jovem menina. Com a nova readequação e ampliação do Complexo de Referência da Pessoa com Deficiência, o Centro de Reabilitação ganhou novas salas de atendimento, incluindo atendimento odontológico e novos equipamentos.

Escola Amélia Bastos

Já escola Amélia Bastos que atende crianças a partir de três anos de idade, também recebeu atenção especial. O local que já atende cerca de 232 pessoas agora passa a contar com novas salas para o desenvolvimento de atividades de estimulação.Além de refeitório, biblioteca, brinquedoteca, o espaço também conta com salas de recurso, Libras, Braile e sala especial para Cegos. Os alunos também contam com atividades nas áreas de Psicomotricidade, Psicopedagogia, Arte Terapia, e Música.

Ofertas que vem fazendo a diferença na vida da pequena e apaixonante Linann da Costa Pereira de 8 anos. Apesar da paralisia cerebral, a falante e extrovertida menina, consegue falar com clareza de suas preferências quando assiste TV. “Eu gosto de assistir TV, porque acho os atores bonitos e sou apaixonada por eles”, disse sorridente Linnan sob o olhar atento da diretora da escola externou sua alegria pelos resultados obtidos com o trabalho desenvolvido com alunos.

– O sentimento é de alegria. Perceber o avanço das crianças a exemplo da Linnan é gratificante e estimula ainda mais toda a equipe a buscar cada vez mais trabalhar pelos resultados, que até podem demorar, mas virão – garante a gestora.