Caxias: Mesmo gritando que não tem recursos para a saúde, Prefeitura jogará fora CEM MIL REAIS com show de Wesley Safadão

Uma das maiores reclamações do prefeito Fábio Gentil (PRB), desde que assumiu a cidade de Caxias, é fazer reconhecida para todo Maranhão que a saúde do município está praticamente em estado de calamidade e que o governador Flávio Dino tem diminuído, em quase 100%, os repasses para a Pasta, o que tem ocasionado, claro, com legitimidade, revolta, calamidade e crise na saúde pública da cidade.

Não que eu queira minimizar a grandeza da covardia (entendam o trocadilho) do governador Flávio Dino (PCdoB), que tem uma gestão reconhecida e marcada por perseguições e humilhações com os poucos que não estão comendo no banquete de sua mesa. É de extrema vergonha para o estado a falta de respeito que o governador trata os seus ‘desafetos’. Enquanto uns comem que se lambuzam de suas ofertas, outros apenas ficam com as migalhas que caem de sua mesa.

Uma coisa é certa, crise nos municípios maranhenses em quase todas as áreas. Reclamações, abstinências de serviços e recursos e, mesmo assim, os gestores ainda querem gastar o que resta em seus cofres com pão e circo para a população, mascarando situações que confrontam a realidade todos os dias.

Aniversário de Caxias

Aniversário da cidade de Caxias que vai acontecer no dia 1° de Agosto está sendo preparada com toda pompa e, pelo visto, está sobrando dinheiro no cofre público para que, mesmo com tantas deficiências no município, a prefeitura torre, literalmente, cento mil reais para continuar enricando o cantor de forró Wesley Safadão, que segundo o contrato, vai fazer show por 1 hora e 20 minutos.

Não que cem mil reais resolva a crítica situação da cidade esquecida pelo governo estadual. Mas para quem vive reclamando de falta de dinheiro, o valor, se aplicado em políticas públicas para a população, daria mais resultado do que um pouco mais de 1 hora de venda de ilusão.

Câmara dos Deputados aprova fim de multa para quem esquecer carteira de habilitação

Pela regra atual, quem dirige sem portar o licenciamento e a carteira de motorista é multado e tem o seu veículo retido até a apresentação dos documentos. A infração é considerada leve.

Se entrar em vigor, nova regra só vale se o agente de trânsito tiver como consultar as informações do motorista e do veículo na hora da abordagem

BRASÍLIA – A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou em caráter conclusivo o Projeto de Lei 8022/14, que impede a aplicação de multa e a retenção do veículo se o motorista não estiver com a carteira de habitação e o licenciamento anual, caso o agente de trânsito possa obter as informações contidas nos documentos por meio de consulta a banco de dados oficial.

A matéria agora segue para o Senado, a menos que haja recurso para análise pelo Plenário da Câmara. O projeto, que altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97), é de autoria da ex-deputada Sandra Rosado e da deputada Keiko Ota (PSB-SP). A matéria segue para o Senado, a não ser que haja recurso para análise pelo Plenário da Câmara.

Pela regra atual, quem dirigir sem portar o licenciamento e a carteira de motorista poderá ser multado e ter seu veículo retido até a apresentação dos documentos. A infração é considerada leve.

Prazo

Segundo a proposta, quando não for possível realizar a consulta online das informações do veículo ou do condutor, o auto de infração será cancelado caso o condutor apresente, em até 30 dias, o documento ao órgão de trânsito responsável pela autuação. Assim, o motorista não terá pontos computados em sua carteira, referentes à infração.

A comissão acompanhou o voto do relator, deputado João Campos (PRB-GO), pela constitucionalidade e juridicidade do texto. O colegiado também aprovou emenda da Comissão de Viação e Transportes para exigir a apresentação, pelo condutor, de algum documento de identificação oficial, a fim de ser beneficiado pela medida.

Atualmente, dirigir sem o licenciamento e a carteira de motorista é considerada infração leve. Os motoristas podem ser multados e ter seu veículo retido até a apresentação dos documentos.

 

Deputado Júnior Verde e prefeito de Pedreiras vistoriam obras do novo Centro Comercial Popular

Fruto de uma parceria da Prefeitura de Pedreiras com o Ministério do Turismo, por meio de emenda do deputado federal Cleber Verde (PRB), o Centro Comercial Popular do município segue em ritmo acelerado de construção.

No último final de semana, o deputado estadual Júnior Verde (PRB) foi recebido pelo prefeito Antônio França para uma vistoria das obras, localizadas no “Beco do Parnaíba”. Em Pedreiras, Júnior Verde também participou da Procissão Marítima de São Pedro.

O novo Centro Comercial proporcionará vendas de produtos artesanais, eletrônicos, vestuários, entre outros e contará com cobertura e estrutura com quiosques. O projeto também prevê a legalização de todos os comerciantes que estabeleceram seus negócios no local durante décadas. Cerca de 80 famílias que lá trabalham serão beneficiadas.

O deputado Júnior Verde parabenizou o prefeito Antônio França pelo empenho. “O prefeito está dando provimento à iniciativa de 2013, do deputado federal Cleber Verde. Infelizmente, por questões políticas, a obra atrasou, mas agora segue em ritmo acelerado e representará desenvolvimento, pois vai gerar emprego, renda, enfim, vai gerar oportunidades. Parabenizamos o prefeito por iniciar essa obra e também reconhecemos o esforço do ex-prefeito Totonho Chicote, que foi atrás dos recursos junto ao Governo Federal, através do deputado federal Cleber Verde”, disse o deputado estadual.

O projeto tem um orçamento de quase 1,3 milhão de reais. Serão construídos 75 quiosques padronizados, que substituirão as barracas improvisadas, melhorando o aspecto urbano e dando melhores condições de trabalho aos vendedores.

 – Hoje estamos felizes em receber o deputado estadual Júnior Verde, irmão do deputado federal Cleber Verde. Ele está vendo que temos compromisso com todas as obras que são encaminhadas para Pedreiras e que temos interesse de concluir essa o mais rápido possível, pela importância que tem para a cidade – agradeceu o prefeito França.

São José de Ribamar: Lava-Bois reúne multidão no encerramento de temporada junina

Uma verdadeira multidão visitou o município de São José de Ribamar no último fim de semana, no Lava-Bois. Tradicional encontro dos grupos de bumba meu boi do sotaque de matraca, que marca o encerramento oficial da temporada junina no Maranhão. O encontro parou a principal avenida do município, caracterizando a chamada ‘saideira’ do bumba-meu -boi.
A maior festa de São João do país, iniciada no último dia 17 de junho, foi concluída neste domingo (02), no município, com o São João fora de época, o Lava-Bois.
Mais de cem mil pessoas na 64° edição do Lava Bois, em São José de Ribamar

A tradicional festa, que chega à sua 64° edição, recebeu mais de 100 mil pessoas, entre brincantes, visitantes e público em geral.

 De acordo com o prefeito do município, Luís Fernando, foi mais uma edição concluída com muita responsabilidade e parceria, na realização criteriosa das apresentações genuinamente ribamarenses, shows culturais e brincadeiras.

– Tivemos ao longo de mais de 10 dias grandes apresentações oficias e, que, sem dúvida, marcaram o nosso São João. Vamos seguir valorizando a nossa cultura e brincadeiras – disse o prefeito.

Para o Lava Bois, os grupos mais uma vez seguiram a tradição desfilando pela Avenida Gonçalves Dias, em grande cortejo até o Parque Municipal, onde fizeram grande encontro dos grupos de bumba-meu -boi e shows culturais.

Para garantir conforto e segurança dos brincantes e visitantes, a Prefeitura, em parceria com as polícias militar, guarda municipal, rodoviários e corpo de bombeiros, montou grande esquema de segurança além de trânsito e saúde.

Foram mais de 500 homens trabalhando nos dois dias da festa, além de equipes médicas e ambulâncias disponíveis em pontos estratégicos do circuito. O Hospital Municipal também funcionou em atendimento médico especial.

Para o secretário de cultura, turismo, esporte e lazer, Edson Calixto, a organização de mais uma grande festa sem registro de violência mostra o direcionamento acertado que a prefeitura tem dado para a realização de festas que agreguem a diversão e lazer das famílias.

– De Parabéns as brincadeiras e o prefeito Luis Fernando que tão bem vem conduzindo a reconstrução do município e da cultura de São José de Ribamar – concluiu o secretário.