Paciente relata tratamento grosseiro e humilhante de médico no Hospital Socorrão II

Uma senhora de 65 anos, em contato comigo, contou-me da situação vexatória e humilhante a qual passou ontem, 15, no Hospital Socorrão II.

socorraoII

Ao ter exame, da região do tórax, marcada com o médico Flávio Costa de Castro, de CRM 3278, paciente e filha acompanhante relataram que sofreram as maiores agressões verbais e grosseiras do médico, conceituado como “cavalo” pelas mesmas.

De acordo com as informações repassadas, totalmente sem paciência, o Dr Flávio tratou a idosa com desprezo e sem ‘ao menos’ dar atenção necessária ao seu caso. Em um momento do exame, mandou a senhora apenas tirar a roupa e, em menos de 30 segundos, disse que a senhora não tinha nada.

“Ele nem olhou na minha cara e mandou logo eu ir tirar a roupa para fazer o exame. Até na hora de passar o gel na minha barriga, passou com muita grosseria e, ao terminar, apenas jogou um pedaço mínimo de papel na minha barriga e mandou eu me limpar. É bom dizer a esse médico que quando ele se formou ele jurou tratar bem as pessoas.”, disse a idosa de 65 anos.

Engraçado que a maioria dos médicos da saúde pública no estado é realmente conhecida por possuir um humor não muito aprazível para lidar com o público e, daí eu me pergunto o porquê da escolha dessa profissão.

Nem parece que esses mesmos médicos foram e são os primeiros a reclamarem e protestarem do programa ‘Mais Médicos’ do Governo Federal, quando estes se sentem ameaçados com outros profissionais vindo de outros países. Mas a verdade é que, se aqui não tem profissional que a população possa confiar e chamar de “seu médico” tem que vir é profissional de fora mesmo, capaz de dar uma atenção, pelo menos básica para quem precisa de algum tipo de tratamento.

O Hospital Socorrão II já é um lugar de horror e deve se tornar ainda pior com profissionais desqualificados que acham que têm o “rei na barriga” e tornam o local pior ainda quando desprezam pessoas que são responsáveis por pagarem os seus gordos salários, através de impostos que saltam os olhos.

Secretária Helena Dualibe (PMDB) é bom a senhora dar uma ‘chamada’ e analisar o seu corpo de contratação de funcionários.

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?