Para acabar com a dúvida: Luís Fernando só sairá candidato a prefeito de São Luís se Flávio Dino autorizar

Quem diria?!
Quem diria?!

Sobre as centenas de especulações se o ex-candidato ao governo do Maranhão, em 2014 – com o apoio da, então, governadora Roseana Sarney (PMDB) e, hoje, o mais novo peessedebista do estado, alinhado ao grupo que outrora era opositor, Luís Fernando (PSDB) está levantando grande dúvida no meio político: voltou ao cenário da política estadual para sair a prefeito de São Luís ou São José de Ribamar? ‘Era’ eis a questão.

Sim, não é mais. De acordo com informações repassadas a mim, a única certeza que o novo integrante do “Governo de Todos Nós” tem, até agora, é de que disputará a prefeitura do município de São José de Ribamar, a qual já foi prefeito, a qual já fez grande história, a qual lhe colocou no patamar de melhor gestor do estado e a qual, se voltar a disputá-la, não terá nenhum trabalho em reeleger-se. Na verdade, acredito que seria até difícil algum candidato ter a coragem de ‘peitá-lo’ nas urnas. Passaria vergonha.

Tudo isso porque LF fez um trabalho inegável, quando teve oportunidade. E, se, outrora, não foi reconhecido por quem era oposição, na época, ainda bem que, antes tarde do que nunca para hoje ‘’tirar o chapéu”.

Ainda falando das informações:

Quem não lembra que Luís Fernando ousou e surpreendeu todo o estado maranhense ao anunciar, em pré-campanha, que não seria mais o candidato ao cargo majoritário, simplesmente por ter se sentido ‘traído ou usado (?)” pelo grupo político ao qual fazia parte? Bem aí, o descendente de português mostrou ter personalidade forte e caráter – pelo menos nessa situação (não o conheço bem para afirmar com tanta certeza).

Então, é baseada nesses atributos, citados acima e depois de uma conversa de ‘bastidores políticos’, que tenho a informação de que o novo pupilo do atual governo só disputaria a prefeitura de São Luís com o aval ou a convite do governador Flávio Dino (PCdoB). Ele ainda é do tipo que respeita hierarquias.

Se bem que, não vejo dificuldades em ter o ex-prefeito de São José de Ribamar como o novo prefeito da capital, São Luís só teria a ganhar. Luís Fernando se resumindo, de novo, a administrar São José de Ribamar, seria minimizar uma potência que ele vem conquistando, não apenas na cidade, mas em todo o estado.

Mas, na frente dele tem Edivaldo Júnior e Eliziane Gama – os quais estão contando com o apoio irrestrito do governo do estado, os dois incertos quanto ao futuro da cidade. Ai chega Luís Fernando com reais chances de eleição. E então, governador?
É, mais isso é uma outra história!