Para quem não sabe: esse é o deputado Levi Pontes

Deputado Levi Pontes ao lado de quem esteve ao seu lado
Deputado Levi Pontes ao lado de quem esteve ao seu lado

Para quem ainda se questiona “quem é o deputado Levi Pontes”, ou é por que não quer saber (de propósito) ou ainda não sabe que o deputado, que também é médico, é aquele deputado eleito nas eleições de 2014 e que vem se destacando e conquistando espaço no legislativo estadual e no meio da população maranhense, com discursos fortes e combatentes, dos quais, pelo visto, tem incomodado quem diz não o “conhecer”.

Prova de um mandato que vem ganhando espaço e força e incomodando, é que na última quinta-feira, 16, o deputado Levi Pontes (SD) usou a tribuna da Assembleia Legislativa para defender atos do governo, mais precisamente, os últimos contratos feitos no Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão – Detran/Ma -, contratos estes que vêm sendo completamente questionados quanto a sua origem e “envolvimento e desenvolvimento” pelos seus colegas parlamentares que compõem o grupo de oposição. Falo dos deputados Edilázio Júnior (PV) e Andréa Murad (PMDB). Estes, por sua vez, acusam o governo de fazer contratos irregulares no órgão. Os mesmos já entraram com uma ação na justiça para impedir o andamento no setor público.

Agora uma coisa que eu acho cômica é que Edilázio que já compunha o parlamento nunca deu um pio nos anos anteriores em relação a contratos nos órgãos estaduais. Alguém pode tentar adivinhar o por quê?

Ao usar a tribuna da Assembleia para falar sobre os atos do governo, Levi foi categórico e didático ao explicar a forma de gestão do governo atual, ao qual ele está fazendo parte. Citou a lisura dos contratos do Detran e ainda deu uma aula de direito aos colegas, mesmo sendo um profissional conceituado da área médica.

“Eu estive lendo os fundamentos da decisão do juiz que fala, senhor presidente, de um valor excessivo na substituição dos sócios e alteração recente do contrato social. Apesar de não ser advogado e nem jurista, eu gostaria que o deputado Edilázio entendesse que essa decisão do eminente juiz é uma decisão liminar e, que, por sua própria natureza, a decisão liminar é precária e ela pode ser revista a qualquer momento pelo próprio juiz e aí sim, só depois de transitado e julgado, ela será uma decisão em caráter sentencial.” esclareceu o deputado, se dirigindo ao deputado Edilázio Jr.

No último dia 17, o Tribunal de Justiça do Maranhão publicou decisão que julgou correta a contratação emergencial feita pelo Detran, derrubando assim as alegações dos oposicionistas. Uma vez que o contrato gera economia ao erário público e foi recomendado pela Procuradoria Regional do Trabalho (16ª Região), a qual autorizou a contratação emergencial de outra empresa, em caráter excepcional, relativo ao fornecimento de pessoal suficiente para o bom funcionamento do Detran.

P.S – Assim como nos governos passados existiam oposições fortes, nesse ‘novo’ não seria e nem está sendo diferente. O que eu acho louvável e defendo que todas as oposições precisam ser respeitadas. Visto que, quem é base hoje, foi oposição ontem e vice-versa.

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?