Quando é que a prefeitura vai entender que a causa animal é também uma questão de saúde pública?

Dentre tantos problemas que somos obrigados a conviver todos os dias, políticos, sociais, estruturais, entre outros, há uma realidade também difícil de conviver e, ao que parece, passa despercebida pela maioria das pessoas e pelo poder público: os animais de rua.

Quando é que a prefeitura ou o próprio governo do estado vai entender que animais em estado de vulnerabilidade nas ruas e becos da cidade é uma questão de saúde pública?

Segundo informações do grupo de voluntários da ‘Causa Animal’, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de São Luís (SEMUS), esteve na tarde da última quarta-feira (15), em reunião com os mesmos, com objetivo de discutir as verbas públicas destinadas a proteção animal.

A conclusão da reunião com a SEMUS foi uma proposta de parceria com a Secretaria Municipal de Educação, no sentido de realizar palestras e distribuição de folders educativos. Porém, segundo voluntários, a ação é considerada muito simples, tendo em vista o repasse de R$ 350 mil reais feito pelo Ministério da Saúde à Prefeitura de São Luís, desde 2013.

12

A SEMUS ainda não conseguiu esclarecer onde foi alocado o valor do repasse de R$ 350 mil reais destinados para as ações de controle e fortalecimento das ações de vigilância das zoonoses, prevenção, compra de materiais e equipamentos para o Centro de Zoonoses.

Além disso, no mês passado, a Prefeitura de São Luís atualizou o cadastro no site do Ministério da Saúde, onde consta que o Centro de Zoonoses de São Luís está em pleno funcionamento, mesmo há quase dois anos fechado.

Com essas informações, eu fui até o Centro de Zoonoses e conversei com uma funcionária, a qual me informou que o Centro não faz atendimentos e nem recolhimento de animais há dois anos.

“Há dois anos estamos esperando uma tal de reforma que nunca acontece. Aqui não estamos tendo nada, nenhum tipo de atendimento. Somente vacinas e palestras. Até nós mesmos, funcionários, estamos sofrendo com essa falta de governo (…) As veterinárias aqui estão trazendo dos seus bolsos para ajudar animais que vêm aqui precisando de atendimento”, relatou.

20150417_162059
Cadela ajudada com custos particulares da veterinária.
20150417_162530
Mais um dos milhares cachorros de rua em São Luís

Enquanto isso, nos bairros de São Luís vários animais se reproduzem de forma desordenada, aumentando mais ainda o risco de animais abandonados, vítimas de atropelamento e maus tratos.

A total omissão do poder público municipal sobre o controle de animais coloca em risco saúde pública, a solução para o problema seriam as castrações gratuitas.

Os voluntários da causa animal não recebem nenhum repasse público para resgatar animais em estado de risco e vulnerabilidade.
Através das redes sociais realizam ações como venda de camisas, bazar e pedidos de doação e rifas. Muitos desses voluntários tiram do próprio bolso recursos para pagar as clínicas veterinárias e sem qualquer incentivo do poder público para continuar essa missão.

Baseada em informações:  VOLUNTÁRIOS CAUSA ANIMAL

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?