“A opção que eu tive em ficar em Brasília, como deputado, é em benefício do estado”, selou Zé Reinaldo

IMG-20150410-WA0050

Se ainda existia especulação se o deputado Zé Reinaldo (PSB) ainda poderia aceitar o convite do governador Flávio Dino (PCdoB) e abrir mão da cadeira na Câmara Federal, para voltar à São Luís e assumir a secretaria de Minas e Energia, a especulação pode, até o momento, ser esquecida.

Na manhã de hoje (10), durante a coletiva para apresentação dos ‘100 dias do governo Flávio Dino’, Zé Reinaldo foi convicto ao dizer que está trabalhando muito em Brasília, a fim de cooperar para um governo cada vez mais produtivo do seu aliado.

“A opção que eu tive de ficar em Brasília, na Câmara, é todo em benefício do estado. Fui ministro, governador e deputado. Tenho uma base de conhecimentos que facilitam o diálogo e o trabalho para ajudar o novo governo do Maranhão a dar certo”, defendeu.

Zé Reinaldo chamou de ousados, mas necessários os programas apresentados pelo governador. Sob a alegação de que o Maranhão, no seu ponto de vista, estava muito atrasado, tendo como consequência a pobreza.
Mas exaltou a maneira de governar da nova ‘direção’ do estado, afirmando que está no caminho correto para mudar a realidade de todos os municípios maranhenses.

Quando indaguei o deputado se ele acha um privilégio ouvir o governador Flávio Dino ser chamado de “projeto de Zé Reinaldo”, o ex-governador entre risos elogiou o comunista.

“Flávio Dino é um amigo de todos nós. Uma pessoa capacitada e tem todo o meu apoio. O trabalho que ele vem fazendo pelo Maranhão está excepcional, além de ele estar totalmente preparado para o trabalho. Eu não fico espantando ao ouvir isso, pelo contrário, os resultados que ele está apresentado, em tão pouco tempo, é resultado de uma qualidade que ele tem, que é de ouvir e dialogar com a população, por isso, ele é um projeto do Maranhão. Bato palmas para o governo”, parabenizou.

Qual é a sua opnião sobre essa matéria?